Cançou

Sabe quando você tá escutando aquela música e o ônibus deixa de ser ônibus e vira uma floresta na Rússia e você deixa de ser você e vira aquela viúva correndo do grito da morte? E a próxima da playlist começa a tocar e tudo se revira e começa uma história nova naquele mesmo espaço/tempo, mas em uma dimensão completamente diferente.

Quando eu escuto música, eu costumo botar a letra e o ritmo de lado e focar na emoção. O que aquela composição de sons me faz sentir? Às vezes é um sentimento familiar, às vezes é estrangeiro. Normalmente não tem nada a ver com o motivo pelo qual aquela música existe. Normalmente é uma fonte de inspiração pra coisas novas. Decidi canalizar isso e começar a escrever textos inspirados não nas estrofes ou nos instrumentos, mas na vibe que a música me faz sentir.

Recomendo ler esses textos ao som das músicas que inspiraram sua escrita. Isso se vocês estiverem pelo menos um pouquinho interessados nessa canção que eu sou, nesse Cançou.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Adalberto Sampaio’s story.