Joyland

Passei o livro todo esperando o terror, afinal é Stephen King e a capa promete, mas não, o terror quase não aparece e até o fantasma da história é uma personagem bem secundária. Ideal para quem quer conhecer a escrita do autor, mas não curte muito terror.

Acredito que este não seja um dos livros mais empolgantes dele, mas ainda sim é uma ótima história, com um final lindo, tocante, que me fez chorar. Além de ser uma boa opção para começar a ler Stephen King, a história é rápida, o livro tem poucas páginas. Vale muito a leitura!