Não são as nossas quedas que nos definem!!

Fim de semana foi uma overdose de Rocky Balboa. Caraca! Quanta lição. Bom, eu adoro filme de luta e dos ensinamentos que eles me trazem. Gosto do ringue e admiro Sylvester Stallone #prontofalei

Entre tantos aprendizados, alguns em especial me chamaram atenção. Senta que lá vem textão;))

Trabalho em equipe – eu já falei em outros posts, do quanto acredito no poder da conexão com pessoas, mas não todas as pessoas. Você precisa atrair as pessoas chaves para você! Aquelas que te CONTAGIAM (fique atento às que contaminam, essas você deve se livrar). Rocky sabia do poder que tem o trabalho em equipe, por isso se aliava a quem sonhava mais do que ele, a quem realizava mais do que ele, escolhia seus treinadores, tinha poucos, mas fiéis e verdadeiros parceiros. Insanidade é querer fazer e realizar grandes coisas e sonhos, sozinho! Conecte-se com pessoas do bem, com os fazedores e não somente com os sonhadores. Seja leal com o outro. Honre com sua palavra. O universo nos devolve aquilo que semeamos. Ame aqueles que estão ao seu lado, valorize seus filhos, seu marido, sua esposa, seus amigos, divirta-se com seus irmãos, respeite seus pais, acima de tudo! Meu desejo é que sejamos indivíduos melhores a cada dia!

Medo – no filme Rocky Balboa III, ele aceita o desafio de uma revanche com um adversário que, na luta anterior quase o matou no ringue. Mas mesmo aceitando o desafio, ele não consegue se entregar verdadeiramente aos treinos, pois no seu íntimo, não acredita que pode vencê-lo. Daí, não se mantém no foco, não consegue treinar com afinco, com garra e determinação. Numa cena épica em que está treinando na praia com seu treinador e sob os olhos atentos da sua esposa (parceira inseparável), ele desaba e desabafa com ela numa tensa conversa. Admite enfim que sente medo, que está com medo e que ter que admitir isso é altamente constrangedor e até humilhante para ele. Afinal, vai mais uma vez se expor. Perceba, medo não tem a ver com humilhação, tem a ver com seu Mindset, com a maneira que você vê o mundo e encara os desafios. Isso me faz pensar como o medo tem o poder de interferir em nossas vidas e decisões. Considero importante que tenhamos uma dose dele, mas não podemos permitir que ele nos paralise!!! Já parou pra pensar o quanto melhor seria, se a cada vez que a dúvida e a mudança batessem à nossa porta, nós ao invés de nos acanharmos, celebrássemos? Afinal, podemos dar as boas vindas ao novo, ao desconhecido, aquilo que nos causa medo, que nos tira da zona de conforto. Mas ao invés disso, nos apegamos ao que já nos é familiar. Já ouviu falar que a ação cura o medo? Tente!!

Use os recursos que você já tem – no filme IV, ele aceita um desafio ainda mais ousado. Lutar contra um jovem russo (nessa época Rocky acreditava que já não era mais tão jovem para voltar a entrar num ringue como lutador). Mas ele topa o desafio, sabendo que vai precisar se dedicar ainda mais, treinar com mais afinco, minimizar o medo e ter foco exclusivo no objetivo que quer alcançar. Reconhece que não tem os mesmos recursos que seu adversário (mais alto, mais jovem, mais tecnologia para treinar e em sua plena forma física), e por isso decide que será necessário a reclusão. Se isola. Vai a Rússia (país do adversário e onde será a luta). Treina de uma forma como nunca antes. Chega a ser surreal sua dedicação, DETERMINAÇÃO e FOCO!! Corre na neve, corta lenha, puxa carros de madeiras com 4, 5 pessoas dentro, carrega pedras, acorda pela madrugada para correr com temperaturas incrivelmente gélidas. Está longe da família. Enquanto seu adversário tem os melhores recursos tecnológicos do mundo a seu favor, ele usa os recursos que têm. Quantas vezes deixamos de fazer algo, de começar um novo projeto ou de concluir aquele que já foi iniciado, por acreditarmos que não temos os recursos para tal. Quantas centenas de vezes deixamos nossos sonhos guardados em gavetas, guardados na memória ou pior, esquecemos deles, por enganarmos a nós mesmos com a crença de que não temos os recursos necessários!!! Use os recursos que você já tem! Se aproprie deles. E vá atrás dos que você ainda precisa para alcançar suas metas. Você é muito mais poderoso do que imagina. Não se limite. Assuma riscos! ACREDITE EM VOCÊ. ACREDITE NO SEU POTENCIAL.

Sem esforço não há vitória – ainda hoje pela manhã, eu tinha flashes de algumas cenas. Quanta garra, DETERMINAÇÃO e ATITUDE! Nas lutas em que ele foi derrotado, observe, não houve esforço, dedicação e concentração. Quando ele subestimava seu adversário, ele se distanciava da meta. Pois acreditava que já estava pronto o suficiente para enfrentá-lo. Pensava que já sabia tudo sobre si e o outro. Não havia treinos intensivos, não havia dedicação. Entrava no ringue e era surrado e nocauteado. No entanto, quando se dedicava, quando tinha foco e olhos voltados para seu objetivo, ou olhos de tigre como ele mesmo definia, a vitória vinha! Mas para isso, sua rotina era intensa, muitas vezes dolorida, sofrida e de isolamento. Deixava o prazer momentâneo para saborear aquilo que deixaria seu nome para a história. Aquilo que efetivamente faria diferença na sua vida. Trabalhe. Lute. Vá em frente! Você terá obstáculos, desafios, gente querendo fazê-lo desistir, país em crise, economia quase beirando ao colapso, corrupção em todos os cantos, pouco dinheiro, dias difíceis. Ufa! São tantos impedimentos que achamos que não vamos conseguir. Mas não deixe de lutar por seus sonhos! Mantenha o foco na sua meta! Não desista! Não são as nossas quedas que nos definem!!

Não interessa saber o quão forte você consegue bater, o que interessa saber é o quanto você consegue apanhar e seguir adiante’[Rocky Balboa]
Show your support

Clapping shows how much you appreciated Daiane Cristina De Borba’s story.