Olá Júlia, poderia me dizer qual é o “esteriótipo de negritude dentro da militância negra” que você…
Matheus Barreto
21

Matheus, eu me refiro a uma padronização de estética e comportamento. Eu sou negra, não me encaixo nisso e muitos outros negros também não. O texto é sobre quebrar esses padrões criados para que nós negros possamos ocupar t o d o s os espaços, não só bailes e locais específicos, visto que, muitos negros não se sentem confortáveis nesses locais. Eu sou negra e quero sentir o empoderamento chegar nos demais nichos sociais.

Like what you read? Give Julia Masan a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.