Falsa estrela

Irrelevantes.
Irritados, levamos como perjúrio o verdadeiro elogio.
Irrelevantes.
O relevante são campos irrigados de sangue.
É a relva vermelha que arranha.
São os corações roídos pelos manás,
brilhantes bolas de fogo cuspidas do céu.
Irrelevantes.
Também são os dias contados, as fotos e a distância.
A falta de ar por não conseguir esconder a cegueira
E os sorrisos que teimam em aparecer
em rostos cobertos de fuligem
de destroços e de dores.
Pouco importa essa gente relevante, falsos brilhantes em uma coroa.
O mundo é dos desimportantes
e suas guerras irrelevantes.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.