I’m Autumn

27 de Abril de 2016.

Nos conhecemos no outono passado. Eu me lembro daquele frio, das mãos geladas encostando nos rostos quentes. Lembro da festa que passei frio porque usei um shorts pra fazer cosplay de bee and puppycat (quase ninguém conhecia, mas você sim).

Nos conhecemos de verdade no outono passado. Foi quando as coisas começaram, logo depois da frustrante festa da bolha, que eu desisti do meu crush e fui beber e dançar. Eu me lembro que fomos tomar sorvete no feriado, no frio mesmo, na chuva, sem saber o que falar um para o outro.

Nos conhecemos no mesmo outono que as coisas estavam tão bem na minha vida. Eu estava com amigos, estava com você, estava com tudo certo. Foi depois desse mesmo outono que as coisas começaram a desandar também.

Quando o outono acabou, curtimos juntos o inverno.

No final do inverno é que veio a tempestade, diferente da cor dos seus olhos, aquela tempestade levou muita coisa. Fico feliz por quem passou ela comigo, por quem aguentou do meu lado. Foram tantas desilusões, e não digo só amorosas!

A primavera foi a season finale de 2015, aquela que ninguém esperava, que ninguém mais aguentava. Foi bem triste, por sinal.

O verão veio em cheio. Confesso que não vivi um amor de verão nas minhas férias, mas consegui ajeitar o que o inverno bagunçou, esquentar as amizades que o inverno congelou. O verão ajudou a não deixar passar muita coisa ruim.

Nos desconhecemos de verdade nesse outono. Foi quando eu comecei a entender porque as coisas aconteceram. Eu comecei a lembrar coisas que eu já tinha esquecido, coisas sobre você, coisas sobre amizades antigas. Fiquei feliz de lembrar, porque significa que eu já tinha esquecido e que não me faz mais mal.

Agora é outono de novo, sei que terei novas histórias para contar o ano que vem.

Eu sou outono.
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.