Por que temos tanto medo do fracasso?

Porque temos tanto medo do fracasso? Porque Deus não nos fez para ele!

Na vida, não podemos controlar tudo. Como já vimos, aceitamos que todas as coisas estão rigorosamente sob o controle de Deus. Mas então por quê passamos por momentos difíceis?

Parece clichê dizer que é para nosso crescimento, e dependendo da situação que você esteja experimentando agora essa resposta não é o suficiente, mas é a verdade e não vai deixar de ser. Deus faz a ferida e Ele mesmo a cura (Jó 5.18) mas não para nos matar. As situações difíceis são para descobrirmos o que há dentro de nosso coração (Será que há gratidão ou murmuração?).

No momento de dificuldade, nem sempre há uma explicação, mas é a hora de perguntarmos “para quê” estamos passando por tal momento. Os desafios serão cada vez mais hard,mas você pode assumir uma mente resiliente, crescente e mais confiante. O sofrimento é para lembrarmos que somos fracos sem Deus, para experimentar quem Ele é, para descansarmos batalhando e sermos surpreendidos pelo aperfeiçoamento de nossa fé e o valor do esforço recompensado.

Se estivermos vivendo os propósitos a nós destinados, nossa felicidade não dependerá de circunstâncias e muito menos de pessoas. Estaremos inabaláveis e mais parecidos com o caráter de Jesus, vivendo grandes aventuras.

Mas e quando vacilamos e fracassamos? Porque doi tanto? Porque Deus nos permite fracassar?

Deus não deseja o fracasso de ninguém, mas Ele o permite. Ele permite porque o fracasso vem de não confiarmos nEle, que é Criador, poderoso e amoroso. O fracasso vem do nosso orgulho em querer ser bons por nós mesmos. Então Ele permite para que nos voltemos a Ele em amor.

Quando fracassamos, no entanto, culpamos a Deus, aos outros.

Mas não queremos admitir nosso erro, nosso fracasso, nossa culpa. Admitir que somos fracos é o que nos leva para uma mudança realmente desafiadora. Não queremos nos voltar ao espelho de Deus, porque ali veremos nossas imperfeições. Temos vergonha de nós mesmos e de Deus, temos medo, tristeza, remorso, constrangimento pelas pessoas que estão progredindo, inveja.

Quando fracassamos temos duas alternativas:

  1. Admitir nossa falha e perdoar a nós mesmos; Recomeçar.

2. Ter remorso contínuo da falha e achar que é tarde demais para qualquer mudança.

Odiamos o fato de que só nós podemos fazer algo em relação à nossa situação. Mas só nós podemos mudar a nós mesmos. Essa escolha é só sua.

Se você não acreditar em você, quem vai acreditar?

Like what you read? Give Daniele Inocêncio Simão a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.