Cristianismo Sem Regras

Uma vida genuína

Estou sendo perseguido por um versículo. Sem brincadeira. Nesse último mês, Atos 4:13 tem aparecido em tudo. Nas igrejas que visito. Nos aplicativos que tenho.

Até enquanto dou aquela folhada na Bíblia quando estou entediado durante o momento de avisos na igreja (que dura uma eternidade, cheio de piadas sem graça — orem por mim).

Tá lá.

Atos 4:13.

Diz o seguinte:

“Vendo a coragem de Pedro e de João e percebendo que eram homens comuns e sem instrução, ficaram admirados e reconheceram que eles haviam estado com Jesus.”

Esse versículo diz muito. Porém, vamos olhar superficialmente o que o texto está dizendo.

De olho no contexto

O texto esta dizendo que perceberam que Pedro e João eram o que? (1) Homens comuns e (2) sem instrução.

Era algo notável.

Talvez pelos trejeitos, talvez pelos maneirismos, talvez até mesmo pelo contexto.

A conclusão era clara: homens comuns e sem instrução.

Há outra coisa que perceberam. Mesmo sendo homens sem instrução e comuns, eram corajosos. Agora olha só que interessante, mesmo sendo homens comuns e sem instrução, eram corajosos e por isso ficaram admirados e reconheceram que “eles haviam estado com Jesus”.

Vamos refletir na sucessão de eventos (o contexto) até esse momento. Pedro e João estão indo ao templo para orar (cáp. 3). Encontram um mendigo aleijado e este é curado. Chegando no templo o povo fica maravilhado com a cura, e diferente de nosso cristianismo pós-moderno, Pedro prega entregando toda a glória da maravilha à Cristo (pensa sobre isso). Nisso, ensinando e proclamando um dos fundamentos principais do cristianismo (a ressureição de Jesus), chega um bando de religiosos (os sacerdotes e os saduceus) com sua cambada (capitão da guarda do templo). Mesmo prendendo os dois, mais de cinco mil pessoas passaram a crer.

Depois de passar uma noite na prisão (não era um hotel cinco estrelas), foram interrogados pela nata religiosa. Pedro, sendo cheio do espírito prega pra eles. Pedro finaliza com um mic drop dizendo “Este Jesus é ‘a pedra que vocês, construtores, rejeitaram, e que se tornou a pedra angular’. Não há salvação em nenhum outro, pois debaixo do céu não há outro nome dado aos homens pelo qual devemos ser salvos”.

Além da superfície

Tudo isso, de pessoas comuns e sem instrução. O que era notável a respeito desses homens? O que era fatual, axiomático, de destaque, sobre aqueles homens?

Uma única coisa…

Não era que eram milagreiros, não era que eram pessoas com boa locução, comunicáveis, ou estratégicos em um marketing para disseminar uma nova religião chamada “o caminho”… Nada disso!

O que era notável a respeito desses homens era que “eles haviam estado com Jesus”!!!

Uma bela história, mas…

E daí?

Quando refletimos sobre o que é Cristianismo, a tendência nossa é definir como seguir os ensinamentos de Jesus. Isso está certo, mas está incompleto. Cristianismo é sobre os ensinamentos de Cristo, mas muito mais do que isso. O problema é que muitas vezes transformamos “seguir Jesus”em “seguir regras”. Isso é completamente errado.

Ao estudar a Bíblia, e entendendo toda a narração, perceberá que é sobre um relacionamento contínuo entre Criador e criação. Não é sobre regras. Perceberá que o evangelho é sobre estando apaixonado, amando e estando comprometido num relacionamento com Ele.

Dizer que Cristianismo significa seguir ensinamentos é igual dizer que ao comprar um Cruzeiro você comerá amendoins de graça, ou dizer que casamento é compartilhar contas para pagar.

Há um precipício entre seguir regras e estar em um relacionamento. Exatamente nisso que o Cristianismo é singular em relação as outras religiões mundiais. A maioria das religiões baseiam seus ensinamentos em ser bom e fazer coisas boas por meio de práticas e crenças rígidas. O ponto de partida do Cristianismo é extremamente diferente.

Eu já disse isso centenas de vezes, e vale reforçar o pensamento. Nós fazemos o que fazemos e acreditamos no que acreditamos pois amamos aquele que nós amou primeiro. É a força centrifuga do cristianismo.

Portanto, quando olhamos para aqueles que seguem Jesus, percebe que não eram os melhores, ou conhecidos por serem “bonzinhos” ou “seguidores de regras”. Simplesmente pesquise sobre o zelote dos 12 de Jesus e verá que tenho razão. Voltando ao texto, o que era notavél não era que eles seguiam um sistema de regras. Aqueles religiosos muito menos reconheciam Jesus como o Cristo, mas há algo de extraordinário no texto. Reconheciam que eles “estiveram”com Ele.

A coragem de estar com Ele

“Estar com Ele” é o que transformou pessoas tarjadas de “comuns e sem ensinamento” em líderes corajosos. Essa é a realidade que somos oferecidos todos os dias por Jesus. Ele nos convida para um relacionamento. Ele nos convida “estar com Ele.”

Qual a reflexão? O que será que a sua vida está dizendo a respeito de você? O nosso testemunho é tudo. Jesus falou muito sobre “e vocês serão conhecidos como meus discípulos por isso, isso, e isso…”. Ele está dizendo: pessoas vão olhar para você, e ao olhar para você vão Me enxergar pois aquilo que sai da sua boca, aquilo que você diz acreditar, está sendo validado pela a sua vida.

Se esse pensamento te incomoda, e está pensando “ninguém deve me julgar”, acredito que isso já indica que precisa ter uma mudança interna para que a luz interna venha ser visto exteriormente. Não somente uma vez por semana (batendo cartão na igreja), ou quando você lava sua consciência fazendo “boas obras” e postando fotos nas redes sociais.

Desculpa… #rant

(Respirando fundo) Voltando…

O que a sua vida esta dizendo? O que as pessoas estão enxergando?

Não estou dizendo que precisa ser “crente chato” mas estou dizendo que há pessoas olhando para sua vida (e não somente em um único momento). Imagina se ao olhar para sua vida vissem Cristo em tudo? Que privilégio seria pessoas vendo você e dizendo “caraca, este está com Ele”. Acredito que ISSO muda o mundo.


Obrigado por ler! Escrevo para a geração “Millennial”, que, assim como eu, luta com a fé e sente que algumas coisas precisam ser repensadas. Leia mais postagens aqui: www.danielromagnoli.com

Se puder ❤ este texto! Comente e eu retorno para você em 24hs… se eu não estiver no Snapchat.