Sobre os dias apoéticos

Faz de tua vida mesquinha um poema” disse Cora Coralina, mas tem dias que a vida não é poesia. E hoje é um dia desses. Embora eu reconheça todas as coisas boas que tenho em minha vida e agradeço muito por te-las, hoje não vejo poesia. Não vejo, não sinto e nem saboreio. Hoje todos os sabores são amargos, todos os sons são de um tom agudo estridente e a vista se mantém turva e ardida. 
Outra citação que dará sentido e continuidade a esse texto é aquela que diz que mar calmo não faz um bom marinheiro. Não sei quem é o autor dela e por estar nesse dia sem poesia nem me dei ao trabalho de pesquisar. Pra mim, ela diz que para nos tornarmos fortes temos que passar por momentos de turbulências, pois são esses momentos que nos torna além de fortes, resistentes. Resistência, essa palavra é de um poder e impacto tremendo pra mim. Resistir é mais que não desistir. Resistir é enraizar e se fortalecer. 
Hoje é um dia triste pra mim, repleto de pensamentos confusos e doídos porém eu vou resistir… não só ao dia de hoje, mas resistirei a todos os dias caóticos pra que eu possa florescer lindamente no amanhã tranquilo que me espera e que nesse amanhã a poesia prevaleça e impere.

Like what you read? Give Danielli Dantas a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.