Terra

O Universo como conhecíamos havia mudado. A Terra estava saturada, a população havia atingido 11 Bilhões de habitantes e os recursos naturais se tornavam cada vez mais escassos, a mineração de outros planetas do sistema solar não era o suficiente para sustentar o consumo cada vez maior da população da Terra, as pessoas começavam a passar fome, a infraestrutura começava a ruir pois não haviam mais recursos para mantê-las. Então algumas naves de mineração descobriram uma anomalia próxima a Júpiter. Uma estação-laboratório foi criada em torno da anomalia que através de pesquisas, descobriu-se que se tratava de um buraco de minhoca, que ligaria dois pontos do universo em segundos. Os cientistas então enviaram sondas através da anomalia com fios para que obtivéssemos informações a respeito do que haveria do outro lado, e descobriram que esta anomalia ligava-se a outro sistema a 50 anos-luz dali. Diversos experimentos foram feitos e se descobriu que ao aplicar energia ao buraco de minhoca poderia se aumentar ou diminuir a anomalia e até alterar a que destino ela levaria. 
 Todas as nações da terra então se juntaram para financiar a construção de um elevador espacial no Brasil que basicamente se manteria de pé graças a uma ancora na terra e um contrapeso que foi um asteroide capturado por naves da terra e na ponta deste elevador foi construído um espaço-porto que foi chamado de babilônia por seus construtores e habitantes. Babilônia foi se expandindo desordenadamente com o passar dos anos e chegou a sua capacidade máxima quando atingiu 50.000 habitantes humanos, além dos robôs que auxiliavam com as tarefas diárias e a manutenção desta imensa estação. Outros dois elevadores foram construídos na China, que se tornou um espaço porto exclusivamente militar com uma equipe de 2000 militares e outro espaço-porto civil foi construído na Africa para expandir a capacidade de construção e habitação dos espaço portos, no entanto esta ultima possuía somente 15.000 habitantes. Estas três estações permitiram que a humanidade expandisse a exploração dos recursos de outros planetas do sistema solar e para administra-las foi criado o conselho espacial composto por deputados de diversas nações, que basicamente geria e administrava os espaço-portos e tudo que por eles passava, se tornando em poucos anos a instituição mais rica da terra. 
 No entanto a população continuava aumentando cada vez mais chegando a 15 bilhões em apenas 2 décadas, mesmo com controle de natalidade. O Conselho estelar então se reuniu para chegar a uma decisão sobre o curso que a humanidade tomaria, desta reunião se retirou uma declaração com 10 pontos:
 1- O elevador espacial, todas as estações e as pessoas que moram nela estão sob a jurisdição do conselho estelar.
 2- Todas as nações, pelo bem da humanidade, enviarão 20% da sua renda para o conselho para a manutenção e expansão das instalações do conselho.
 3- Cada nação terá direito à um deputado no conselho e o presidente será escolhido em uma votação dos deputados.
 4- Serão criadas 20 naves com capacidade para 50 mil pessoas cada, com o fim de colonizar 20 mundos que são capazes de sustentar a vida humana.
 5- Toda a tecnologia desenvolvida pelo conselho pertence ao conselho.
 6- O Conselho não intervirá em questões internas da Terra seja militar ou economicamente
 7- Será criada uma força militar espacial composta por:
 a- Marinha espacial
 b- Fuzileiros espaciais
 c- Exército colonial de defesa

8- Durante 10 anos a colônia devera se estabilizar e após este período 50% da renda das colônias serão enviadas para sustentar a terra e 50% serão usadas para o desenvolvimento e expansão da própria colônia
 9- Serão estabelecidos governos locais nas colônias que estão sujeitos ao Conselho estelar e serão indicados entre os deputados para um mandato vitalício.
 10 — todas as outras questões pendentes serão resolvidas através de tratados posteriores. 
 
 Alguns anos após a declaração, a construção das Naves Coloniais começaram. Apesar de diversos contratempos devido a escala do projeto, as obras estavam em ritmos acelerados, com milhares de pessoas envolvidas diretamente e milhões indiretamente no que talvez fosse o maior projeto da humanidade em toda a história conhecida. Houve muitas mortes pelo trajeto devido a ser um projeto novo e nunca antes tentado na historia. Cerca de 14.000 trabalhadores e pesquisadores morreram na construção das estruturas. Os custos econômicos foram imensos, Toneladas de aço, alumínio e fibras de carbono somadas às milhares de toneladas de alimentos para suprir a nave e os colonos durante os primeiros anos no novo planeta.
 Então, após 10 anos de construção, as 20 naves coloniais de nome; Roma, Saara, Colombo, Olimpo, Aurora, Nilo, Kyoto, Brandenburg, Indico, Jericó, Tartaro, Valhöll, Moscou, Brittania, Shēnghuó, Caladan, Azathoth, Amazonia, Soyuz, Tenochtitlán; partiram para a estação de controle do buraco de minhoca que começou a gerar energia e calcular as rotas de cada uma das naves.
 Então a enorme anomalia surgiu a frente de todas as naves que foram entrando uma à uma na anomalia, cada uma acompanhada por 3 fragatas militares, então o diretor do Conselho estelar disse as palavras que ficariam marcadas naquela instituição e talvez na humanidade:
 -Hoje a humanidade abandona o seu berço em uma busca desesperada pela sobrevivência, cada uma dessas 20 naves levará a humanidade a lugares nunca antes habitados, alguns nem mesmo foram estudados. Hoje é o fim da infância da humanidade.