Existe coisa pior do que a esquerda?

O Brasil passa por um processo maravilhoso (e delicado) de mudança. Finalmente, a Esquerda perdeu a hegemonia e agora enfrenta a “onda conservadora”. Graças a Jair Bolsonaro e ao trabalho intelectual do professor Olavo de Carvalho, a Direita (re)nasceu em solo tupiniquim.

Mas, por incrível que pareça, não é a esquerda que me preocupa.

Além de Jair Bolsonaro, existem outros candidatos ao Congresso que representam a Direita Conservadora, que podem apoiar o futuro presidente em Brasília, fora os que estão se apresentando para o cargo de governador de seus respectivos estados. Eleger estes é a melhor maneira de renovar a política e demitir de uma vez as velhas raposas que mancharam nosso país com a corrupção.

E quando penso que a dita Direita se unirá por esses….. BAM!!

Vou exemplificar o Rio de Janeiro, onde moro: para o cargo de Governador temos nomes conhecidos da velha política, mas também nomes novos, que podem mudar a cara do Estado, arrasado pelas ações da dupla Cabral/Pezão. Então, vejo os seguintes comentários dos chamados “conservadores”:

  • Acho que seria bom eleger o Garotinho…..
  • Indio da Costa não é tão ruim….
  • Romário seria uma ótima escolha….
  • Eduardo Paes é o menos pior….

Eduardo Paes????

Sério que lutamos tanto contra o sistema para achar que Eduardo Paes é o “menos pior”????

Olha, a essa altura do campeonato, a Esquerda me causa menos problemas…