A Heroína

Escrevi cada dia descrevendo cada suspiro, cada dor e cada sorriso. Escrevi de tudo um pouco, tudo que vivi e o que queria ter vivido. Escrevi promessas e as esqueci.

Descobri um caminho que ja tinha sido desbravado e eu crente que tinha sido eu. Quando cheguei aos 18 pensei ter aprendido algo, aprendi! Que quanto mais eu aprendo menos eu sei.

E esse mundão enorme e tão pequeno cheio de surpresas que todos ja conhecem ainda vai me surpreender.

E eu continuo minha caminhada de mochila vazia pronta pro que vier. Tesouro não tem preço, tem valor!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.