O L X

Que mané virar a página, eu queimei o livro inteiro.
Aprendi, não adianta tentar encher uma peneira com água.
As pessoas falam que os opostos se atraem mas chega uma altura da vida que você tem que achar algo em comum. Pra caminhar junto. Em paz.
Por isso a mosca não casa com o sapo, não dá.
Coloquei todas minhas calças n:36 fora. Eu não vou mais entrar nelas e isso não é problema.
Descobri que não sou igual as outras, pra mim, isso não é problema.
Me afastei de tudo que me deixa insegura (por isso não apareço mais aqui).
A depressão bateu na minha porta, não é fácil mudar.
Normal acomodar-se onde está, é mais fácil esconder do que tentar recomeçar.
Eu renasci, e sei que isso vai acontecer mais umas mil vezes, crescer não é tão fácil.
A esperança nos menti todos os dias. Não vai melhorar, não vai cair do céu. Corre criatura, mas sem pressa. Quando achar, finalmente, aquela metade, vai sem medo. Mais vale sonho bem vivido do que um arrependimento.

Mas por enquanto, eu me permito, me reconstruir, no meu infinito silêncio.

Like what you read? Give Danielly Silveira a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.