Instituição oferece 250 Bolsas de Intercâmbio para mais de 35 países, confira!

17 de Junho de 2015, por isBrazil.

AFS Intercultura Brasil abre 250 vagas de intercâmbio para mais de 35 países.

Os estudantes precisam ter entre 15 e 18 anos de idade e poderão cursar o ensino médio em escolas de outras nacionalidades, a partir de fevereiro de 2016. Os programas podem durar de seis meses ou um ano. A instituição oferece um programa de intercâmbio escolar completo, e estimula o desenvolvimento educacional e social por meio da reversão de todo o lucro na capacitação e no fortalecimento da estrutura voluntária e no Fundo Nacional de Bolsas. Esse formato torna possível o oferecimento de dezenas de bolsas de estudo internacionais a jovens sem condições de pagar todos os custos do programa regular AFS.

Para a diretora nacional da AFS intercultura Brasil, Andreza Martins, o programa é a oportunidade dos jovens promoverem o bem por meio do reinvestimento social e se formarem para alcançar todas as próprias potencialidades como indivíduos e profissionais no futuro. Os candidatos precisam atender aos requisitos de cada país, que pode incluir domínio de outra língua e não aceitação de repetentes e vegetarianos.

Processo seletivo é composto de testes e entrevistas.

Como as vagas são limitadas por países, os interessados em participar do processo seletivo devem entrar em contato com o comitê local da região que reside (veja a lista completa no site: http://www.afs.org.br). E se tiverem o perfil para participar da seleção, devem efetuar o pagamento da taxa de R$ 150. “O contato com o comitê local é essencial, pois os nossos voluntários irão esclarecer dúvidas sobre o intercâmbio, expectativas e diferenças culturais. Além disso, eles irão fornecer informações sobre os requisitos exigidos por cada país e o preenchimento adequado da ficha de inscrição”, destaca Andreza Martins.

Após as orientações do comitê, o candidato deve preencher a ficha de participação no site da instituição (http://www.afsglobal.org/Participant1.3). Ao finalizar o formulário, o candidato deverá entrar em contato com os voluntários do comitê local e aguardar o resultado da seleção nacional.

Programa inclui benefícios como passagem aérea e hospedagem.

Os candidatos selecionados pelo programa terão como benefícios passagem internacional de ida e volta, hospedagem, alimentação, seguro saúde, material e transporte escolar. Além disso, a instituição presta aos alunos suporte durante todo o processo do intercâmbio. “Todos os estudantes passam por orientações antes da viagem e recebem manuais com diversas informações úteis. Além disso, temos um telefone de plantão disponível 24h por dia em caso de urgência ou para esclarecer possíveis dúvidas”, comenta a diretora nacional.

Porém, algumas despesas precisam ser cobertas pelo candidato, como transporte doméstico até o aeroporto internacional, despesas com emissão de passaporte, obtenção de vistos, despachantes, vacinas requeridas, além de despesas pessoais, como uniforme escolar e atividades de lazer.

Cassiano Santana é um dos bolsistas que foi para os Estados Unidos da América, em 2012. “Meu intercâmbio foi incrível. Eu cresci e aprendi a ver o mundo com outros olhos, sendo mais analítico, tolerável e humano. Mais do que isso, aprendi mais sobre os meus limites, ambições e valores”, explica.

Sobre o AFS.

O AFS Intercultura Brasil é uma organização voluntária de intercâmbio não governamental e sem fins lucrativos, comprometida em oferecer oportunidades de aprendizagem intercultural. Fundada há 60 anos no país, a instituição está presente em 17 estados, contando com cerca de 800 voluntários.

A ONG é Integrante do AFS Intercultural Programs, antigo American Field Service. A organização mundial está presente em 110 países e realiza mais de 12 mil intercâmbios por ano, com a colaboração de 42 mil voluntários em todo o mundo.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.