Bike roubada? Veja como um site e um aplicativo podem te ajudar

Desde 2009, o Cadastro Nacional de Bicicletas Roubadas (www.bicicletasroubadas.com.br), ajuda na recuperação de bicicletas roubadas por todo o país. Além disso, a plataforma tem a funcionalidade de evitar que consumidores e lojistas comprem material roubado. Com a sua intensificação, o site gerou um mapeamento de áreas de risco no país, auxiliando em muito a prática do pedal com mais segurança e prevenindo até possíveis roubos.
 É muito fácil utilizar a plataforma, não é necessário ter fotos e nem o número de série do modelo roubado para o cadastro, mas guardar a nota fiscal ajuda a polícia a conferir números de série de bike roubadas. No site existe o campo estatísticas, com o ranking atualizado de roubos por cidade e por estado.

Ranking dos estados e cidades em número de roubos de 29/02/2016

O site auxilia e muito, mas pequenas ações podem começar por você e elas, com certeza, ajudarão a inibir a ação dos ladrões. Veja abaixo:

  • Quando comprar sua bike, peça para o lojista colocar o número do quadro na nota fiscal. Mesmo se sua bike já tiver sido comprada, veja se é possível tirar uma segunda via com essa informação.
  • Tenha a nota fiscal e o número de série do seu quadro guardado em casa. Eles são essenciais para real identificação e uma possível recuperação da bicicleta.
  • Jamais deixe sua bicicleta presa com cadeado e corrente, mesmo se for na garagem do seu prédio ou casa.
  • Evite andar sozinho em lugares desertos. Evite lugares estreitos ou que tenham muitas árvores, pois muitos assaltantes ficam escondidos e te derrubam quando passa.
  • Sempre tenha um plano de fuga em mente. Saiba quais as ruas que você pode cruzar para despistar o assaltante.
  • Saiba onde estão as cabines de polícia. Em uma perseguição você pode mudar sua rota para ir em direção a uma.
  • Quando parar em semáforos, fique dando voltas em frente aos carros e não parado.
  • Nunca ande contra o trânsito. Se você precisar fugir de alguém, você poderá estender os braços para os motoristas e pedir passagem. Eles podem reclamar, mas você vai conseguir passar.
  • Quando for parar em algum lugar e não trancar, se sua bicicleta tiver marchas, coloque na mais leve possível (mas sem efetivamente pedalar para efetuar a troca). Com isso, se algum espertinho resolver pegar a bike, sair correndo e começar a pedalar, a marcha pode simplesmente travar ou então cair na marcha leve e o ladrão vai pedalar muito sem quase sair do lugar.
  • Não deixe sua bike solta dentro de casa em local visível. Existem diversos relatos de furtos por ladrões que pularam o muro ou se aproveitaram de alguém que deixou o portão de casa aberto por poucos instantes.

Conheça também o aplicativo “Bike Registrada”

Outra vantagem digital para a segurança na pedalada é o aplicativo “Bike Registrada” (www.bikeregistrada.com.br), lançado em 2014 com serviços gratuitos e pagos, o aplicativo pode ser cadastrado por e-mail ou via conta do Facebook. Neste cadastro você consegue verificar bicicletas registradas sempre que alguém tentar lhe vender uma bike. Com esta ação o risco de adquirir bikes roubadas é muito baixo. O Bike Registrada é um “RG” da bike que permite a sua identificação e do proprietário de forma rápida e simples, além de informar se é roubada ou não. O site também permite contato direto com o dono da bike roubada, criando possibilidades reais de recuperação do bem.

Imagem indica onde encontrar o Número de Registro da sua bike. Ele é único e serve como base na recuperação em caso de roubo.

Gostou das dicas? Conhece mais algum site ou aplicativo útil? Conte para nós, a segurança no pedal nunca pode parar! Sabia que você também pode fazer um Seguro Bike e ficar mais tranquilo ainda? Faça aqui uma simulação sem compromisso.


Originally published at blog.seguralta.com.br.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.