Viagem

Dentre aqueles caminhos da distorção
Sobre todos os parâmetros da desordem
Benevolentes traços do inconsciente
Vamos seguir para aquela direção
A direção do infinito

O amanhã breve que ainda não aconteceu
Destituir-se, alter ego, há-se
Que caia, caia, caia
Até encontrar o trazer de um novo rumo
Todos os elementos juntos
Unidos por uma só concepção
Que se enxergue Lua, submeta-se ao Sol
Vejo tudo o que pode acontecer
Dentre os transtornos do meu delírio
Atacam partículas de meu compreender natural

Optamos por toda aquela busca dos ecos
Das vozes
Apenas seguindo os sons
Os efeitos sonoros fazem-se absolutos
Lei da vida
Inércia da Gravidade
Tudo está aqui
Expansão
Sabedoria
Transcendentalismo do ser

Alcançamos todas as possibilidades de se chegar lá
Nosso céu é um vermelho que ilumina as rochas
Eu vejo as paisagens montanhosas crescendo
Com seu belo lago exalando toda a fumaça
Prosperem.
Me surgem os seres dormentes do entender

Elementos dos quais fazem-se universais
Estão aqui para se comunicar

Um pedaço da mente, está aqui.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.