Olhar de puta inteligente

Passado alguns dias desde o meu último porre

eu ainda conseguia sentir o gosto de whisky

a cada arroto abafado que eu soltava

enquanto caminhava até o centro da cidade

lá, encontrei um pequeno mulherão

de mais ou menos um metro e meio

cabelo comprido e vermelho

corpo magro e branco, sotaque de fora

vestido rodado, cara de boa moça

olhar de uma puta inteligente

aquele tipo de mulher que você apresenta à familia

causa inveja aos amigos

Meu instinto me mandou ajudá-la

ela parecia perdida

eu seria um bom samaritano

e o mundo seria um lugar melhor

mas eu me conheço

uma mulher dessas não deve ser fodida

ela merece pincelas delicadas

assim como nos quadros renascentistas

e eu sou só um filho da puta meio morto

um conceito, um fetiche para algumas loucas

que só vai permanecer sóbrio

até os efeitos do último porre passarem

pensando bem

creio eu que o amor seja da mesma forma