eu só sei escrever cartas e essa é sobre o dia 16/02 do resto da minha vida

você costumava dizer que cabelo branco em gente jovem é sinal de sorte.
dia desses eu descobri que tinha 8 cabelos brancos do lado direito da cabeça. do lado esquerdo eu não contei, mas acho que eram uns 12 no total.
eram, porque hoje eu arranquei todos eles mesmo sabendo que se você estivesse aqui, me diria pra não fazer isso.
você era boa demais pra mim.
agora eu tô cada dia menos jovem e talvez por isso me falte sorte.
faz quase 3 anos que me falta a sorte de te ter por perto.
eu sei que em toda a extensão do rio negro e em todo o bairro alvorada e em todas as lojas de tecidos e toda vez que alguém fica feliz por assistir a missa, seja a da igreja ou a do canal rede vida e toda vez que alguém decide ser professora ou fazer bolinhos de chuva pro lanche e toda vez que alguém diz "vamos tentar que vai dar certo", é você quem está lá.
ás vezes eu esqueço disso, me desculpa.
mas eu continuo amarrando fitas nas janelas, cantando músicas infantis, congelando o iogurte e tentando aprender a perdoar.
talvez um dia eu até aprenda a bordar, como você queria que eu aprendesse.
espero que você saiba que cada cabelo que embranquecer em mim pelo resto da vida, vai ser pra me lembrar que eu tive sorte, assim como você me dizia.
prometo não arrancar mais nenhum deles.

(se hoje você estivesse aqui completando 71, o dia seria mais bonito e cheio de outras coisas mais bonitas, não de saudade.)