Música livre ao ar livre: Sounds in da City em iniciativa pioneira e sustentável

Created for Meu Copo Eco.

Pense em um projeto cultural em que a música de forma livre e ao ar livre ganha espaço valorizando o talento em ambiente público. Pois bem, esse é o Sounds in da City! Como uma forma de estímulo à cultura, ele apresenta a música livre de rótulos e expõe talentosos artistas que trazem as mais diferentes musicalidades.

O propósito começou na Av. Beira-mar norte. Em seus dois primeiros anos, acontecia semanalmente aos domingos e, ao longo do percurso, conquistou dimensões de visibilidade que fizeram do evento algo bem maior que os domingos na Beira-mar. Desde 2010, o Sounds já passou por locais como o Parque da Luz, Largo da Alfândega, Travessa Ratclif, Praça do Sesquicentenário, pista de skate da trindade, Lagoa da Conceição, Praia Mole, Teatro Álvaro de Carvalho, Escadaria do Rosário, no calçadão do centro da cidade e no espaço externo da fundação cultural Badesc, já são mais de 200 eventos realizados. A ideia é pioneira em âmbito nacional na contribuição para o fortalecimento de artistas e grupos independentes que o integram. Por isso, possibilita o retorno à sociedade com seus produtos culturais e ainda estimula a qualidade artística local inspirando a criatividade de jovens talentos.

Já em sua origem, o Sounds in da city trouxe a versatilidade como uma de suas maiores qualidades quanto ao conteúdo musical. Sem essa de estilo padronizado! O propósito sempre foi oportunizar para os mais diversos tipos, e assim, a iniciativa se torna, cada vez mais, um ótimo lugar para quem pensa em divulgar seu trabalho. Os eventos do Sounds já receberam artistas como: Aninha, Davis, Tahira, Psilosamples, Phil Weeks, Nachtbraker, Carrot Green, Ohnishi, Fractal Mood, Lopez, Schasko, Anhanguera, Magal, L_cio, Márcio Vermelho, entre outros. O projeto já participou consecutivamente de três edições da MARATONA CULTURAL de Florianópolis, do Viva a Cidade em 2013, da semana de cultura de Laguna em 2014, e integrou-se a programação do FLORIPA TEM (evento de verão promovido pela RBS) de 2012 à 2016.

Mas e você? Sabe o que é sentir a arte correndo pelas veias, transbordando pelos poros? Pois é, o artista Allen Rosa, autodidata, tem a arte e a sensibilidade no sentido mais amplo da palavra, e com isso, desmistificou a complexidade do simples, afinal, música livre ao ar livre é o propósito.

Agora, se espera um convite, isso se faz desnecessário. Afinal, basta se permitir embalar pela música! E se jogar!

MCE e Sounds in da City

Com a visão transformadora de simplicidade, desejamos agregar ao poder de inovação e disseminação de boas práticas e relações com o meio ambiente, cultural e social. Assim, fazemos parte dessa iniciativa contribuindo não só economicamente na redução de gastos, mas provando que ser sustentável é simples, assim como fazer música.

Nossa parceria com o Sounds in da City é um elemento incrível para o desenvolvimento e a divulgação das iniciativas sustentáveis. São várias contribuições positivas para o desenvolvimento positivo do propósito. Cobrimos os eventos, tornando-os limpos e resultando em lixo zero no conceito caução de seus produtos, uma de nossas práticas principais. Além disso, já sabe-se que as despesas com descartáveis seriam maiores e com um ciclo de vida bem menor. Num cenário inicial, a Sounds surgiu como uma ocupação onde o que mais importa é a boa música e a boa convivência. No entanto, continuam com uma pequena estrutura, sem patrocínio ou verba pública. Ou seja, o trabalho lá é feito com muita dedicação e suor. Os custos são pagos apenas com o dinheiro arrecadado na venda do chope artesanal, por isso, comprando no bar do evento você contribui com a existência e continuidade desse projeto tão encantador! Lá, quem já possui o Meu Copo Eco, não pode esquecê-lo em casa para reutilizar nas festas. Mas quem não adquiriu, compra pelo conceito caução, no qual cada cliente paga um valor no copo, podendo ser devolvido no final com o ressarcimento do valor. (Mas vamos combinar, né? Guardar como recordação é uma super-lembrança de um momento único!)

Vai dizer que não é interessante a percepção de que a cada realização, o público entenda mais ainda o quanto é preciso valorizar as ações que se tornam a diferença? O artista Paraguaio Rolo Ocampos já ilustrou 3 copos sensacionais. Constituído de polipropileno, o material utilizado nos reutilizáveis é resistente, totalmente reciclável e vem se revelando como grande ferramenta de conscientização ambiental aos que provam a experiência de que ser sustentável é simples.

Além de todas as contribuições ambientais e econômicas, os reutilizáveis personalizados trazem outro ponto positivo: uma oportunidade para os artistas locais terem seu trabalho presente na arte dos copos, gerando reconhecimento entre o projeto e o trabalho do artista na experiência sustentável.

Diversidade de grupos sociais e entretenimento: uma combinação perfeita!

Como uma nova opção de entretenimento, a iniciativa do Sounds in da City em trazer a diversidade musical a toda população sem delimitação de público alvo, possibilitou um retorno muito positivo. Contribuindo para a consolidação de vários artistas independentes da diversidade musical, chegamos a uma mistura de diferentes grupos sociais que interagem por meio da música.

Nós acreditamos que essas inovações transformem a sociedade através de pequenos gestos e contribuições de vários grupos na realização da mesma experiência: Progressão em sustentabilidade e pensamento social.

E você, também gostaria de ter o seu negócio reconhecido como inovador e sustentável? Converse com a gente e entenda qual o melhor caminho para a sua empresa fazer parte do conceito evento limpo. Saiba mais

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.