INDAGAÇÃO

Onde achar a minha verdade se para alcançar o conhecimento tenho que absorver experiências alheias, ler relatos alheios e vivenciar, talvez, o que não vivenciarei? Afirmar e opinar sobre aquilo que não faz parte do meu ser é o meu cotidiano. As minhas opiniões, então, são relatos de outros olhos e o que vive em mim se manterá escondido até que a minha verdade possa ser a verdade para outro alguém. Estamos vivendo à função de outras vozes e outras mentes, isso me implica questionar se sou o que sei porque sei ou porque sou. Talvez o sábio seja sábio não porque sabe das coisas, mas porque viveu.

(Diego D’Ascheri — 29/06/2015)

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.