Desculpe a dor de cabeça, viemos atrapalhar

O Ativismo no Brasil vem para reivindicar alterações no cenário político e para que uma militância seja ouvida, o volume tem que ser alto e bem incômodo.

O movimento não está silenciado e nem escondido por trás de telas, está se organizando pela internet, mas isso não significa que está em casa. Muito pelo contrário, 2015 e 2016 foram marcados por movimentações nas ruas e desconforto para quem não quer a mudança.

Foto publicada pelo G1 da Av. Paulista em 2016

Para conseguirmos a mudança, precisamos demandar ativamente e politicamente nas ruas, causando dor de cabeça, sim, sair de casa de ocupar espaços públicos, reunir e organizar a militância para depois bagunçar a opressão.

Foto icônica de Marcela Nogueira na ocupação das escolas em São Paulo
Show your support

Clapping shows how much you appreciated Débora Manzano’s story.