Aurora amanhece poesia Bom dia a quem examina Maçã na menina dos olhos Olhar de futuro em peneira Demétrio à cata de um verso Impulso em pausa em seu dentro Refluxo de instante a instante Polias da esteira no avesso Pupila e oculista em namoro Mirante perante sua beira Persona que um trauma mascara Embalo cavalo escoiceia Amor/Desamor num estalo O filho no sonho da freira Prudência que a vida receia O ciclo franqueia o ovário Respiro na trama da meia Do torno saiu arruela Distância da olheira à viseira Rodeio ao núcleo do elétron Metrô Liberdade no centro Há lentes de aumento à miúde Afresco que o agora craquela Eu venho à pé à Saúde O sacro da aura do cetro Ki-Suco à memória em refresco Da Vinci anterior ao espelho Meu cego astrolábio é banguela O halo da lua no escuro História, ultramar do fraseio Delírio que o vero revela Parágrafo após a sentença Os poros na pele da tela Novela, domingo, quadrinho Ausência, presença do imenso Tudinho no fundo é janela Estrela, espaço, estrela

poet composer musician psychoanalist writer phd-teacher/researcher documentaries-maker poeta compositor professor psicanalista escritor documentarista

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store