Dia 1- Procrastinação/ Pensamento acelerado/ “Coragem, coragem mano ..”

PARTE I

OBS: Temos essas opções de títulos para que o caro leitor desfrute de três perspectivas de uma experiência literária , como um bônus ou eu posso estar sendo indecisa e por isso resolvi passar a bola para vocês.


Sem mais enrolação, voltemos ao propósito do texto que aliás não sei qual é e espero encontrar no final destas linhas.

Eu tenho que começar a escrever e não sei por onde, então me desculpem pelos pensamentos acelerados e desconexões que viram a seguir. Com intuito de por certo nexo na leitura vou enumerar as ideias, talvez isso traga alguma lógica às palavras, aos pensamentos, ao dia e quem sabe em algum momento à vida.

1- Hoje é dia de por a coragem em cima da cicatriz de suicídio.

2- O veneno tá no prato e vocês preocupados com meu tabaco.

3- Tem gente nova no terreiro e já chegou querendo sentar na janela.

4- Todas as curvas formadas em uma vida inteira, levam segundos para serem julgadas.

5- Eles reclamam demais,

Figem demais

e tudo fica lento demais.

— Sobre os “ meia boca” que pensam ter alcançado o topo —

6- Todo pau no cú insiste em entrar mesmo que isso incomode.


OBS: Esse texto é sobre o mundo, sobre nós, sobre você, sobre mim e sobre o que você quiser que seja. Portanto é proibido pensamentos limitantes, e caso esteja com dificuldade na interpretação, existem substâncias psicoativas que ajudam na expansão da mente.


Mudando um pouco de assunto, preciso pontuar algo sobre a estética literária deste diálogo. O uso dos “OBS” pode ser um informativo de quão limitado é meu conhecimento de construção textual ou um novo estilo literário. Foda-se, o que importa é que essa porra faça algum sentido no universo alheio.

PARTE II

Há muitos vazios na mente que precisão ser preenchidos, ou seja, e algo involuntário, osmótico. E no final do dia , quando o pensamento acelerado se junta com a insônia é um bom momento para analisarmos os anjos e demônios que residem em nossos miolos.

Não que isso ti fará cair no sono ou resolverá suas questões existenciais, até porque essa não é a finalidade e nem sabe-se realmente sobre a existência de uma finalidade pra tal coisa. É algo mais para preencher o tempo que você não tem, destruir a saúde mental que não existe e acabar com a utopia do mundo cor de rosa que você nem se deu o trabalho de criar. Ou seja, é algo inútil e por isso é bom.

No meio desse processo é importante deixar Ofélia de lado ou enfrenta- lá, mas já aviso que caso opte pela segunda opção necessitará de muita energia e ainda correrá o risco de ser vencido , então esteja preparado pra ter um péssimo dia na manhã seguinte.

Outra dica é não ter pressa pois nesse caminho se perde a noção do tempo e Cromos já não dará conta dessa jornada. Quando estiver bem confortável no seu local habitual de procrastinação e ciente que iniciada a trajetória não saberá o caminho de volta, já pode começar a santa inquisição das paranóias.

O método mais recomendado é fazer igual Jack Estripador, ir por partes.Pegue o questionamento mais leve do dia e não o substime, pois existem muitas lobos em pele de cordeiros na nossa cachola. Dessa forma você verá como um simples olhar ou algo sem importância, pode render muito pano pra manga e quem sabe render o surgimento de uma corrente filosófica ou até uma teoria da conspiração. Mas não crie muitas expectativas, pois na maioria das vezes o máximo que surgi desses devaneios é uma boa dor de cabeça.

PARTE III

Essa parte do dia vai ser representada com uma grande espaço em branco, porque a única coisa que vez sentiu não pode ser traduzida em palavras.

Retomando a lista dos devaneios para ajudar no raciocínio:

7- Tá procurando deixe fora d’água e não sabe o motivo das coisas saírem do rumo.

8- Amarás o abacaxi como a ti mesmo.

9- Viva seus sonhos sem criar espectativas, só assim eles não serão destruídos.

— Conselhos pra que vive em tempos maus —

No mais , agora só resta cansaço e saudade do lugar onde nunca estive mas que sempre fiz parte.

Muita luz pra quem anda de pés descalços.