O sentir-se só

Passei o dia pensando em o que escrever, sobre o que mais eu poderia ter algo a contar, e me veio algumas vezes a vontade de escrever sobre se sentir só.

Penso que existem diversas maneiras de se sentir sozinho e que nem todas dela são ruins, a ‘’solidão’’ pode nos acalmar pensamentos, fazer refletir e ser benéfica em diversos ocasiões, digo até que necessária. Sou do time das pessoas defensoras do auto-conhecimento, procurar se conhecer, refletir sobre si mesmo, e refletir sobre si no meio de monte de outras opiniões sobre você não é um caminho dos mais saudáveis.

O sentir-se só engloba o: senti-se não compreendido, não aceito, não ouvido, entre outros. E isso ocorre em todas as fases, com qualquer pessoa e é perfeitamente normal.

Sentir-se sozinho, tem seus motivos singulares e isso ninguém pode abraçar, ninguém pode julgar a sua solidão como necessária ou desnecessária, justificada ou injustificada. E é essa a base do que eu desejo tocar…

Muitas vezes nos pecamos cometendo o erro de buscar uma justificativa para o sentimento de solidão do próximo.

‘’Ela é tão linda, não entendo porque se senti mal.’’

Esse distanciamento que criamos entre as pessoas se dá principalmente pelo que vemos no dia. O instagram, o facebook e todas as demais redes sociais, nos passa a ideia que todos vivem em um mundo ideal, e quanto maior o número de seguidores, menos solitário e menos justificado é dessa pessoa ser triste, pois têm muitas pessoas ao seu redor, tem isso ou aquilo.

Porém o sentimento como esse acomete qualquer pessoa, por seu contexto e sua singularidade em alguém é um erro pois relativiza o sentimento do próximo. A famosa expressão ‘’ é complexo’’, aplica-se excessivamente nesse momento.

Compreender que todos temos nossos momentos, que cada um possui seu tempo e senti diferente é o mínimo para que possamos ser pessoas melhores e convivermos bem.

‘’Você nunca está 100% sozinho’’

Não é apenas escrever sobre quem enxerca o solitário e sim quem sente.

Quem está na situação muitas vezes pensa que continuará nela por um bom tempo, ou não imagina que poderá sair facilmente dela. Não estou me referindo a estágios depressivos e sim puramente ao sentimento de que naquele momento não encontra ninguém para lhe apoiar ou não se identifica com nenhum grupo.

Sentir-se só pode ser uma fase, um sinal ou apenas um momento que você deseja encontra-se em si mesmo e se faz necessário o distanciamento de outras pessoas.

Estamos numa fase ( quero acreditar que seja uma fase) de solitários cercados, pessoas que se sentem só, pois acham que não possuem o número de pessoas suficiente em volta dela. Elas procuram aceitação, e é cada vez mais difícil encontra-la.

Esse texto pode deixar alguém confuso, mas não, eu não estou falando de solitude, e sim de solidão. Solitude é o estado de felicidade por está só. Solidão é a angustia de está sozinho ou sentir-se.

Logo penso que a solitude é o que querem nos mostrar como meta, mas o que ainda é muito difícil de ser alcançada.