Buscas na internet por “serviços de guincho” diminuem durante a quarentena

#PraCegoVer: Mulher pedindo ajuda pelo celular, no aplicativo de guincho da HelpCars

Vivemos um grande momento de mudança, novamente.

Embora muitos serviços online aumentaram consideravelmente sua demanda durante o período de isolamento social, causado pela pandemia do COVID-19, difícil encontrar um setor que não foi afetado e que não sentiu o impacto da quarentena e muitos estão, inclusive, inovando e se reinventando a cada dia para se adaptar.

Mais do que mera percepção, os números embasam a certeza de que ficar confinado em casa gera consequências inevitáveis para todos os setores.

Pesquisa recente realizada pela HelpCars, por exemplo, registrou uma diminuição no interesse por serviço de guincho de mais de 50% na procura por palavra “guincho” nas redes de pesquisa durante este período de confinamento. Durante o período de Março até Junho, circularam a média de 40% dos veículos, comparado ao que antes circulariam normalmente:

Dados do Google de Janeiro até Março 2020
  • Confira as comparações nos gráficos*
    100 = pico de popularidade de uma palavra em determinado local e período.
    50 = palavra teve popularidade média em determinado local e período.
    0 = não há dados suficientes relacionados a esta palavra.
    *Números válidos para o Brasil, no período entre janeiro de 2020 a março de 2020.

No fim de março, todos os estados brasileiros passaram a recomendar que os cidadãos ficassem em casa para conter o contágio pelo novo coronavírus. A quarentena, que para muitos se estende até hoje, provocou, em comparação com os meses de março, abril e maio de 2019, uma diminuição no número de buscas no Google por serviços para veículos como: serviços de guincho, assistência técnica, entre outros. Os dados são do Google Trends, ferramenta que apresenta informações sobre a popularidade de determinada palavra no site de buscas.

Ao contrário do que muitas empresas imaginam, essa mudança no comportamento não se dá pelo fato das pessoas terem mudado sua forma de consumir, locomover ou de encarar seu bem, mudança tal ao ponto de venderem seu carro e passarem a utilizar bicicleta ou patinete para se locomover, essa mudança no comportamento de busca por serviços de guincho aconteceu ocasionalmente pelo fator do isolamento social, e somente por isso.

Houve um aumento na utilização da tecnologia em todos os setores, e uma diminuição na utilização de veículos automotivos, durante a quarentena.

Significativas mudanças para os serviços de guincho

Com o orçamento mais baixo, o comportamento do consumidor vai tender a ficar mais exigente e procurar por empresas que executem serviços de forma mais rápida e eficiente, sem custos adicionais e que entenda a real demanda daquele momento.

Com a flexibilização da recomendação do isolamento, dados apontam um aumento significativo do mês de Abril até Junho, aumentando em 25% as buscas por serviços de guincho, sinalizando que o “normal” não está longe de acontecer:

Dados do Google de Abril até Junho 2020

A vez da tecnologia

Outro fato que tem surpreendido positivamente essa mudança de comportamento, é a familiaridade que as pessoas estão criando com a tecnologia.

Não era hábito anos atrás solicitar serviços de taxi, ou serviços de entrega de alimentos através de aplicativo, e hoje tudo se tornou mais fácil, temos aplicativos para quase todas as ocasiões.

Este é um comportamento bastante positivo, pois a HelpCars surgiu para acabar com a burocracia dos atendimentos e revolucionar o mercado de serviços de guincho, através do aplicativo.

A crise não está sendo um empecilho, e sim veio para deixar ainda mais claro que os carros continuarão a circular, e que serviço de guincho sempre será necessário, ainda mais agora, que é possível solicitar guincho, acompanhar e pagar pelo aplicativo.

As pessoas sonham com a compra do seu primeiro carro, sonham com a aquisição de um bem, se planejam financeiramente e depois cuidam daquilo que gostam. Muitas pessoas são apaixonadas por carros, colecionam, e outras nem tão apegadas assim mas utilizam com frequência veículos para se locomover, mas o fato é que até o momento, ainda não há indícios de que veículos automotivos deixarão de existir. E sim, indícios de que a tecnologia muda o comportamento de consumo, mas não muda as vontades como consumidor.

Cofundador — CMO na HelpCars | https://www.helpcars.com.br

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store