elogio vs pessimismo vs realidade

Desde pequena sempre fiz muitas coisas. Por conta do meu perfeccionismo, sempre desempenhei meu papel da melhor forma possível e, ainda assim, não acho que as coisas fiquem cem por cento suficientes.

Acredito que tenha potencial e algo a alcançar na vida mas não sei até que ponto os elogios que recebo são reais. E quando digo reais me refiro a algo sincero e, principalmente, puro ~sem interesses*.

Já acreditei em elogios que só serviram para ¹inflar meu ego, ²me acomodar e, na grande maioria dos casos, ³me escravizar.

Vamos falar sobre o número um:
Esse é o efeito colateral mais comum de um elogio. Ele te incha e te faz sentir alguém poderoso. Capaz de realizar qualquer coisa. E o pior, te faz se sentir único, trazendo à tona o sentimento de que as coisas não serão capazes de andar se você não estiver à frente e/ou envolvido naquela determinada situação;

Vamos falar sobre o número dois:
Complementando e justificando a primeira afirmativa: VOCÊ SE SENTE TÃO BOM QUE SE ACOMODA TOTALMENTE. Por isso, passa a não considerar esforços e nem a implicar os seus. E sempre que possível, é capaz de reclamar e colocar defeitos onde não tem; Afinal, as coisas sem você não podem andar, certo?

Vamos falar sobre o número três:
Agora vamos falar do efeito colateral mais perigoso. Consiste na criação de um laço sentimental *imaginário, ou seja, você traz a pessoa pra perto por ter algum tipo de interesse no que ela será capaz de te proporcionar fazendo-a crer que ela é muito importante pra você.

Mediante a este efeito, tenho duas notícias pra te dar (a famosa boa e ruim). 
A boa é que você até consegue sair dessa grande teia e isso te exige muita disposição, sobriedade e uma dose de egoísmo. A ruim é que a gente acha que vai sair disso ileso, que vai dizer um não e as pessoas a sua volta vão te compreender e a amizade vai continuar da mesma forma.

Mas depois de tantos elogios vazios, quando devemos aceitar um? 
Como saber tamanha veracidade? Acho que essa resposta a gente nunca vai ter, né!?

Sabe, o grande problema é que a vida nos torna pessimistas demais para acreditarmos nas pessoas. Ao longo dos nossos dias ouvimos tantas coisas ruins que acabamos acreditando cegamente nelas ~é aquele grande migué que a mentira acaba se tornando verdade.

Enquanto isso, minha luta é contra meu pessimismo. 
Acreditar mais em mim, no que sou e nas coisas boas sobre mim.

Sorria!
você 
é 
incrível!
:)