“O que é mais legal em ser adulto?” — Perguntou-me o menininho.

“Humm… Eu diria que o mais legal de ser adulta é que eu posso fazer o que eu quiser e não tem ninguém pra mandar em mim. A segunda, é poder ser independente e ter meu próprio dinheiro e a terceira é sair pra dançar e chegar em casa só de manhã.”

“Uaaau! só de manhã?!” — disse ele incrédulo.

“Só de manhã.”

“E onde dorme?”

“Não dorme. Você vai lá e dança, dança, dança até desligarem o som e mandarem você embora. Se suas pernas ainda aguentarem, tem a“festa-depois-da-festa”, que é onde todos vão pra continuar conversando e dançando até realmente se cansar de verdade e ter mesmo que ir embora.”

“E falta muito pra eu ficar adulto?”

“Não, passa rapidinho! Passa rapidinho…”

Like what you read? Give Deise Ferreira a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.