Uma história sem final feliz

Você já amou ? Isso foi recíproco ? Como se sentiu ?

Essa historia é diferente das outras contadas na infância, é a historia real que acontece com pessoas reais na vida real.

E nessa aqui não existe final feliz…

Uma noite sentando com uns amigos, todos começamos a contar histórias sobre nossas vidas.

Na noite eu ouço ela contar a mais fria das histórias já contada, a história de quando ela parou de acreditar no amor.

Ela parecia fria, eu sempre comparava ela com um iglu, mas nunca parei pra saber o porque ela era assim.

Até aquela noite quando ela começou:

  • Era dia dos namorados e meu namorado vivia triste, por conta de como era a vida dele na casa dos pais, estava um inferno, eles sugavam toda força vital dele, era um domingo meio frio a gente já tinha se encontrado no sábado, e sim a gente só podia se ver uma vez na semana, então ele me mandando mensagens contando como estava triste sobre ter que rodar com os pais a cidade inteira eu resolvi me arrumar e ir ver ele.
  • Mandei mensagem avisando que ia e fui, no inicio ele não acreditou muito, mas mesmo assim eu fui, eu também não estava muito bem, e minha autoestima não estava lá essas coisas, mas aquele dia eu estava me sentindo linda e maravilhosa, meu Deus vocês deveriam ter visto como meu cabelo estava, primeira vez no ano que estava amando ele.
  • Me sentindo bonita eu fui pegar o metrô, queria fazer algo fofo pra ele, um modo de tentar fazer com que ele se sentisse amado, então eles estavam na Paulista e eu ia pra lá, mas eu sempre fui romântica e talvez esse foi meu grande erro nos relacionamentos da vida, porque se eu amo alguém, eu quero que esse alguém sabia, e de alguma forma quero que essa pessoa se sinta bem comigo.

Mas meu maior erro foi idealizar alguém, logo nesse século, logo nessa época que os jovens mais pregam o desapego, joguinhos de interesse.

‘Ai se fulano demorou 5 minutos pra me responder eu demoro 6, quero estar sempre por cima, porque meu ego tem que vir primeiro’

Eu passei uma estação pra poder comprar flores ali perto, nada que demorasse mais que 5 minutos, queria comprar um girassol, sempre gostei e achei que não seria clichê, só algo pra gente rir.

Então desesperado ele me mando mensagem perguntando onde eu estava, e eu disse que estava chegando, só que ele foi embora, e eu voltei pra casa, tive que jogar o Girassol no lixo, acho que com ele toda a minha parte romântica foi embora sabe, aquela estação de metrô estava tão fria, e eu não me aguentava mais, tinha que chorar, era só um pouco sabe, estava doendo.

Muitos de vocês podem achar que isso é frescura minha, que eu fui dramática ou algo do tipo, mas vocês já se esforçaram tanto pra algo dar certo e nunca ser bom o suficiente, sabe o que é querer fazer algo pra alguém que você ama, mesmo que simples mas de coração e ser deixado de lado assim sem nenhum motivo, ele poderia ter lutado, ele poderia ter me esperado, mas não.

Eu nunca contei pra ele, mas aquele dia foi quando eu perdi a vontade de amar.

Não culpo ele por isso, não quero vilões na história, mas é tão difícil achar alguém que se importe hoje ? Que não seja superficial ou babaca ?

Eu sei que em algum momento da vida a gente se machuca por conta do amor, na verdade do amor não das pessoas que usam isso pra nos machucar, mas é um sentimento tão bom então por que não compartilhar ?

Por que ele não me esperou um pouco, eu estava tão perto, agora eu estou tão longe, sai da atmosfera e aos poucos vou vagando pelo universo, cada vez mais longe do sol, cada vez mais longe do calor, é frio e gelado aqui, mas é tão silencioso.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Deivid’s story.