This story is unavailable.

Jéssica, você tocou num ponto que tem sido tema de muita reflexão para mim ultimamente, que é essa questão da maternidade/fertilidade, e para o qual não tenho uma resposta certa no momento, porque envolve questões simbólicas e políticas bastante complexas e importantes.

De fato não temos como escapar das diferenças biológicas, mas como você mesma pontuou, também não é necessário impor estereótipos de comportamento baseados no gênero.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.