VOCÊ JÁ OUVIU FALAR EM DEPRESSÃO SAZONAL E WINTER BLUES?

Essas sensações que o inverno traz às vezes são apenas simples sentimentos de uma estação fria, mas às vezes pode estar relacionado à depressão sazonal

A Depressão Sazonal, por mais incrível que pareça, está ligada à aspectos climáticos, mais diretamente ao inverno. Países de maior latitude tendem a ter o maior índice de pessoas com depressão nesta época do ano, justamente por estarem nos pólos norte e sul. Na verdade, o que acontece para que esse índice cresça, é que a iluminação solar é muito baixa, o que provoca o aumento do hormônio melatonina, que em suma tem suas funções ligadas ao sono e ao cansaço, e quando esse hormônio está em níveis altos provoca rebaixamento no humor.
O termo “Winter Blues” significa tristeza de inverno, ou seja, sensações que temos nesta época, mas são completamente normais. É muito parecido com os mesmos sintomas da depressão sazonal, mas são em escala muito menor, e por isso não justifica a procura de um médico, por exemplo.

Os principais sintomas — e mais típicos — da Depressão Sazonal são:

  • Dormir por mais horas e mesmo assim continuar cansado;
  • Dificuldade para acordar cedo;
  • Aumento do apetite;
  • Dificuldade de concentração/execução de tarefas;
  • Fadiga;
  • Isolamento social;
  • Diminuição do impulso sexual;
  • Alterações no humor: irritabilidade, apatia, auto estima baixa.

Outros sintomas — e mais atípicos — são:

  • Insônia;
  • Estar sempre preocupado ou não conseguir estar tranquilo;
  • Diminuição do apetite;
  • Perda de peso.

Como citado, o aumento da melatonina, que é o hormônio do sono e cansaço está ligado a baixa iluminação solar. Em contrapartida, a serotonina desempenha importante função fisiológica como neurotransmissor, ou seja, regula o humor, sono, apetite, ritmo cardíaco, temperatura corporal, etc. Sendo assim ela atinge seu pico quando a pessoa é exposta a luz solar brilhante, e quando há a falta da luz solar, ela tende a diminuir.
É importante ressaltar que, a depressão sazonal não ocorre apenas no inverno. Pessoas que costumam estar em ambientes sem muita claridade, ou ambientes muito fechados também podem desenvolver a depressão sazonal.

Há duas formas de combater a depressão do inverno:

  • Tratamento medicamentoso: Muitas pessoas têm um grande tabu quanto a tomar remédios. Porém, em muitos casos são eles que ajudam a regular hormônios como o da serotonina, por exemplo.
    O tratamento com remédios não é para sempre, eles apenas ajudam dentro de um prazo para que a pessoa possa voltar à suas atividades cotidianas;
  • Tratamento fototerápico: Algumas pessoas podem responder bem a este tipo de tratamento, possibilitando até a redução dos antidepressivos.
    O tratamento basicamente se constitui em expor a pessoa a luz brilhante sem radiação ultravioleta. Em média por 30 minutos ao dia (de preferência pela manhã, mas pode-se testar diferentes horários), por exemplo: lendo jornal, tomando café da manhã. A fototerapia apresenta bons resultados em poucos dias de tratamento.

Obs.: Em hipótese alguma devemos descartar a necessidade de um médico para melhor avaliação do quadro clínico de cada pessoa. Em nenhuma circunstância deve basear-se apenas nas informações descritas acima. Elas são apenas um norte, uma forma de identificarmos determinadas características que podemos estar desenvolvendo.