Photo by Katie Doherty on Unsplash

Cristal.

Sou apenas um fantoche de toda essa beleza
Número por número eu me encaixo
Inspiração à expiração eu amo
Apenas uma luz em meio a tristeza

Eu sou o acordar com um quarto da vida
Degrau por degrau estou no meio
Altos e baixos mas seguindo ao meio
Ainda um sussurrar de palavras que não querem ser ouvidas

Ondas ondas ondas
Por vocês me identifico, identificam, implicam
Milhas milhas milhas
Por vocês andei e ando
Apenas um fantoche do amor soprando

Tao, tal, tantos
Não te enxergam pobres aos prantos
Luz, vós, vês
Dentro de ti pro todo pra ti
Entendeis

Verdades, lições, missões
Daqui pra lá, mas sempre onde estais
O caminho é o caminho do caminho
Nenhum mundo tão grande que quebre os cristais

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Andressa Voltolini’s story.