Sobre relacionamentos tóxicos

8 pontos de reflexão

Às amigas em relacionamento “complicado” (não vou usar a palavra “abusivo” porque imediatamente a pessoa pensa que não é com ela, que abusivo é só violência física):

1- O seu papel no mundo não é o de mudar uma pessoa, principalmente se ela não quer mudar.

2- A pior arma de manipulação, na minha opinião, é fazer você acreditar que “escolheu” estar vivendo aquilo, e que por isso não pode reclamar/sair.

3- As pessoas que te tratam mal não o fazem porque “são assim mesmo”. Cada pessoa faz escolhas diárias sobre si.

4- Mesmo que você ache que as outras pessoas te culpem por ainda estar nesse relacionamento, SEMPRE vão existir amigos/familiares que serão capazes de enxergar a sua condição de vítima.

5- Se o seu relacionamento for com um homem, lembre-se que ele não merece mais “regalias” e “perdões” por ser homem e “não conseguir controlar instintos”. O contrato do seu relacionamento deve ser IGUAL para os dois. Afinal de contas, trata-se de dois seres humanos adultos e capazes.

6- NÃO É CULPA SUA. (Leia essa frase quantas vezes forem necessárias para que você realmente entenda). Elimine justificativas do tipo “ah mas se eu não tivesse feito tal coisa..”, “ah mas eu provoquei..”.

7- Existe vida além do seu relacionamento. Você não só pode como IRÁ encontrar alguém que te ame de verdade, sem que esta pessoa se aproveite do seu amor por ela pra fazer o que bem entende.

8- Pergunte-se: eu amo esta pessoa, ou amo a ideia do que eu acho que ela pode ser? Se a sua resposta for a última, saia dessa. Você não pode esperar que as pessoas mudem de acordo com aquilo que você espera delas, mesmo que você ofereça todo amor e abnegação do mundo.

Deixar alguém que a pessoa ainda ama (ou acredita que ama) é uma coisa MUITO difícil. Requer muita força de vontade, leva tempo e traz inúmeras lágrimas e sentimentos ruins. Porém, a longo prazo, é uma decisão incrivelmente edificante, não só em termos de experiência mas também em conhecimento de si próprio e melhoramento da sua vida (imagina viver esse inferno pra sempre!)
Anyway, amigas, colegas, desconhecidas: tô aqui, chegue