Pescador do mar

Fernanda Rangel

Dói no cantinho alma,

a prosa serena do olhar de adeus.

Quando sua boca pequena fala poema,

sorria os raios de sol.

Sim minha pequena na voz de criança ,

doce se fez chegar.

Dói no cantinho da alma a voz da pequena,

que hoje meu dia não mais insolara.


One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.