Manteiga deve ser guardada dentro ou fora da geladeira?

Se você é ousado, curte adrenalina e gosta de viver perigosamente, esta dica é para você


Para entender o porquê, é preciso começar pelo processo de fabricação. A matéria-prima da manteiga é o creme do leite, que é gerado durante a pasteurização — o processo de esterilização. Esse creme, rico em gordura, é batido e submetido a um processo de nome engraçado, malaxagem, em que a água que ficou no interior da manteiga é retirada. O resultado é um produto formado basicamente por gordura láctea: 82%, contra 16% de água. Os 2% restantes são sal (ou não) e aromatizantes.

Justamente por ainda ser basicamente leite é que a manteiga requer cuidados de armazenamento. Fora da geladeira, bactérias e fungos fazem a festa sobre ela, deixando-a rançosa e amarga — uma manteiga que sai para passear e não volta pode causar até intoxicação alimentar. Dentro do refrigerador, as temperaturas de 0 a 5 ºC freiam essa proliferação, estendendo sua vida útil.

Mas calma. Isso não significa o fim do prazer de deslizar a manteiga molinha no pão. É só não abusar: segundo o biomédico Roberto Figueiredo, especialista em higiene de alimentos, a manteiga pode ficar fora por até duas horas. Mas, se você não quer acordar às 6 da manhã para guardar a manteiga até as 8 horas, a dica é deixá-la na porta da geladeira, onde a temperatura menos baixa a torna menos dura.

Fontes: Daniel Henrique Bandoni, nutricionista da USP; Marina Poletti Romano, nutricionista da Associação Brasileira de Nutrição; Luiz Antonio Gioielli, doutor em ciência dos alimentos e professor de ciências farmacêuticas da USP.


Show your support

Clapping shows how much you appreciated DIADEMA DIADEMA NOTICIAS’s story.