Você é um homem agora ?

Acredito ser a mesma pessoa, mas agora tenho sonhado, desenhado e escrito coisas diferentes, continuo odiando usar roupa social e me falaram que o que visto não passa credibilidade e não me faz ter uma aparência de homem. Foda-se. O que posso fazer se ainda prefiro as roupas largas de skate que sempre usei? Outro detalhe é que troquei as garrafas de tubaína por garrafas de cerveja que antigamente costumava odiar.

Já quis ser bombeiro ou um dos power ranger pra poder salvar alguém e agora tento salvar a mim mesmo todo dia. Hoje posso dizer que nada mudou, continuo lendo quadrinhos e assistindo os mesmos desenhos. Na verdade, esse continua sendo o mesmo eu de antes, exceto pelo fato de que agora tomo alguns comprimidos que mexem com a minha cabeça.

Não estou crescendo, estou envelhecendo e na maior parte do tempo sinto que minha mente está presa em um lugar que não consigo sair, mas não canso de ouvir que agora sou um homem. Embora eu seja mais alto que a maioria das pessoas ao meu redor, as vezes me sinto menor como se fosse apenas um menino, mas agora já sou um homem.

Solidão é uma fraqueza as vezes, ainda tenho medo de fantasmas mas eles agora são diferentes. Continuo trocando a janta por lanches e esperando o churrasco com samba no sábado, embora agora tenha que pensar mais sobre os boletos a pagar e no meu plano de carreira do que nos rolês com meus amigos.

Sinto um pouco de culpa por alguns insetos que matei, agora fumo muitos cigarros e bebo demais. Tem vez que assisto algum jornal, mas ultimamente as notícias que tem saído neles fazem até o mais otimista desacreditar que esse mundo pode melhorar.

Sinto-me totalmente fora de órbita mesmo tendo sonhado em pisar na lua como um astronauta e fazer um gol em algum grande clássico. Como um avestruz, tento enterrar minha cabeça na terra… Nunca imaginei como poderia ser difícil manter alguma ordem na minha vida, mas relaxa tudo vai melhorar e as coisas vão se acertar, porque “agora você é um homem, menino”.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.