A Tartaruga Vermelha (2016)

O filme podia ser um curta, sei lá, não acho que seja necessário ser um filme longo por ser sem falas, apesar de que nem pareceu tão longo (confuso)

Acredito que a tartaruga de fato existiu, e o que aconteceu no filme seria algo semelhante ao que aconteceu nos filmes A aventuras de Pi, Naufrago ou Peixe Grande, ou seja, o personagem cria a esposa e o filho para aguentar a solidão de estar naquela ilha isolado. São miragens como válvula de escape. (Ver a ópera a tocar na praia por exemplo é o prenuncio da loucura).

Provavelmente o filho seria um filhote da tartaruga, isso explicaria porque ele sempre está próximo das outras. O fato dele cair das pedras e eles não irem ajudar deve ser o ensinamento de “aprenda por si só”. A cena logo depois dele conseguir nadar em uma onda acima de seus pais seria um sinal de superação em relação a seus mestres. E no fim ele ir embora seria o resultado dessa independência. 
Agora se tem algum outro simbolismo no fato da tartaruga não deixar ele sair da ilha, aí já não sei.

No mais, fui ler sobre as tartarugas, será que elas conseguem se desvirar sozinhas? e descobri que depende, se elas estiverem em superfícies lisas como numa praia, por exemplo, elas não conseguem retornar para a posição normal sozinhas. Se não for socorrida, pode morrer depois de 20 dias.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Foca’s story.