3 — A Imperatriz

Coroada com um diadema de estrelas, e segurando um cetro encimado por um globo, uma mulher majestosa, vestindo um manto está sentada numa paisagem florescente. O seu escudo em forma de coração traz o emblema de Vênus. À sua volta encontram-se inúmeras plantas associadas com a deusa-mãe, como acontece com diversos dos seus adornos. A fecundidade universal e a benevolência conservadora emanam desse Arcano que pretende simbolizar o portal do duplo nascimento, da alma na trilha da geração, o nascimento das coisas, dos seres e das idéias; enquanto, na trilha de volta, da regeneração, simboliza o nascimento da divindade do interior do útero da humanidade. Por essa razão, em alguns baralhos do Tarô, a Imperatriz é representada grávida.

A Imperatriz sugere o símbolo da ação e da produtividade feminina. É uma mulher de conhecimento e de intelecto, que tendo em pode, efetivamente, por em uso todas as suas capacidades, tendo em vista o desenvolvimento significativo e apreciável da sua própria vida, através de uma abordagem direta ou, se necessário, por meios sutis.

SIGNIFICADO DIVINATÓRIO

Esta carta simboliza o progresso feminino. Ação. Desenvolvimento. Frutificação. Fertilidade. Concretização. Realização. Interesse pelos detalhes do dia-a-dia. Mãe.Irmã. Esposa. Casamento. Filhos. Influência feminina. Riqueza material. Evolução.Às vezes, subterfúgio. Artifícios femininos. Inquietação. Esbanjamento. Pessoa que faz críticas. Capaz de motivar os outros. Um líder. Toma decisões fundamentadas em todos os fatos disponíveis.

SIGNIFICADO CABALÍSTICO

  • Décimo quarto caminho: De Binah a Chokmah
  • O Caminho de Daleth — A Imperatriz
  • A Terceira Carta
  • Cor do Caminho — Verde-esmeralda
  • Som relacionado — Fá Sustenido
  • Planeta — Vênus
  • Significado — Porta
  • Letra-Dupla — Sabedoria-Insensatez
  • Título Esotérico — A Filha dos Poderosos
  • Letra Hebraica: DALETH

O Décimo Quarto Caminho é a Inteligência Iluminadora, assim chamada por ser a Entidade Resplandecente que criou as idéias ocultas e fundamentais da santidade e seus estágios de preparação.

A Imperatriz é o útero universal no qual toda a manifestação é gerada. Ela é um estado transicional de energia entre o Acima e o Abaixo que tem sido chamado de “Porta do Céu”.

Daleth significa porta. Esta é uma porta que realiza a transição entre a Unidade e a diversidade. De fato, a chave para esta carta é a multiplicidade. Ao passo que o manto d’A Grande Sacerdotisa é idealmente simples e diáfano, o d’A Imperatriz é apropriadamente coberto com todas as jóias da criação.

Ideia Fundamental

O Saber, o nosso Pai Celestial, e a compreensão, a nossa Mãe Celestial, estão unidos por um poder que é a origem máxima de todo amor, de toda afeição e de todo desejo de união. Os binários da Anima e do Animus alcançam sua união final e a humanidade transubstanciada nasce como verdadeira divindade.

Lema: “E então surgiu um grande milagre no céu; uma mulher vestida do Sol, tendo a Lua sob seus pés, e uma coroa de doze estrelas sobre a cabeça. Ela estava grávida e chorava, sofrendo as dores do parto…” Apocalipse, 12:1–2