A Quiet Passion — A força feminina da poesia para o cinema
Redação Subjetiva
991

O incrível de ver esse cenário nem é o ridículo mas como evoluímos pouco em pontos tão importantes para a humanidade.
Evoluímos tanto nossa tecnologia a ponto de unir o globo e até o universo a um clique de distância mas a matéria humana tem sido cada vez mais deixada de lado, nossas relações têm se tornado cada vez mais superficiais e o ódio têm encontrado seguidores de forma aberta.
Não só a poesia mas todas as artes estão ameaçadas sob esse véu, tudo têm desmoronado.
Já podemos ver isso no aumento de assassinatos familiares seguidos de suicídio e femicídio que têm ocorrido; De um lado temos o passado onde a mulher deveria se encaixar em uma sociedade onde sua alma era morta e hoje ela literalmente é posta ao seu fim.

Muito boa indicação!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.