incômodos precisos

Por mais que seja incômodo, é preciso lidar com a dor. 
Aquela que não passa; aumenta aos poucos e vai inflando tudo em volta. 
Uma camada de agonia, que arranha de dentro pra forma.
Outra de alento, apesar de muito fina e quase se rompendo. 
Mais outra de couro puido, pra me esconder e poder continuar seguindo. Não sei até quando aguento. Não sei dizer se ambas as dores vão cessar. Estranhamente, insistem em se instalar no lado esquedo do peito. 
Até as dores tem suas coordenadas.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.