OS DIAS

Tem dia
Que é muito difícil
Encontrar sentido
Na vida

Havia dias
Em que a luz
Como criança tímida
Se escondia

E nestes dias
As outras vidas
Figuras frias
Seguem vazias

O mundo congelou
Enfim a velha ânsia chegou
Pegou-me pela mão
E me levou

Para onde o vento soprar
Eu vou
Sem parar, sem olhar.
Para nunca mais voltar

Show your support

Clapping shows how much you appreciated DOUGLAS’s story.