(+18) CRÔNICA DA PATRÍCIA

EU DEI PRA ELE. Sim! Dei e daria novamente. Afinal, nós vamos nos casar. Vai ser no final de outubro. Ahh! Vai ser lindo. Eu espero por esse dia há muitos anos e sei que serei feliz. Então, o fato de experimentar o sexo antes de me casar não significa nada. Isso só prova que sou uma mulher para frente e consciente das leis do meu corpo. Ele me disse que tinha sido a primeira vez dele também. Embora eu tenha achado meio estranho alguém que nunca fez sexo ter um repertório tão vasto assim. Fizemos uma tal de Estrela de Davi. Você conhece essa posição ? Então, menina, nem eu. E olha que sempre fui fiel seguidora daqueles sacanagens que passam depois da meia noite no multishow. Mas essa posição era completamente diferente de tudo que havia visto. Foi mais ou menos assim: ele começou me chupando toda e nem preciso dizer que um fogo começou a subir entre as minhas pernas, fazendo arrepiar cada milímetro dos pêlos que habitam as minhas partes íntimas. Aquela excitação fez com que gradativamente gotículas de suor fossem surgindo pelo meu corpo e deslizando suavemente até o meu umbigo. Como que ele sabia que beijando a minha nuca e apertando levemente a minha cintura ele me faria dar os primeiros gemidos? Foi um tesão só. E não contente de fazer do meu corpo a sua casa, ele me virou e começou a lamber, delicadamente, todas as pintas que cobrem minhas costas. Surgiu ali o segundo gemido. E BEM ALTO DESSA VEZ. Quando ele percebeu que já havia me feito de gato e sapato, falou bem baixinho nos meus ouvidos: “ a partir desse momento você sentirá muito mais do que prazer”. Meu Deus, que homem é esse! Me senti na cama com aquele carinha do Cinquenta Tons de Cinza. Assim começou a Estrela de Davi. Fui virada de cabeça para baixo, como se fosse fazer um cambalhota. Aquela sensação do sangue descendo pela cabeça só aumentou o meu tesão. Eu precisava sentir a fundo todo aquele amor que estava no meio das pernas dele. E que amor imenso, gente! Sem pele, confesso, mas imenso. Não contei antes, mas ele é judeu e deve ser por isso que nunca tinha ouvido falar desse tal de Estrela de Davi. Será que os judeus possuem seu próprio xvideos? Mas voltando a transa, assim que fiquei de ponta cabeça ele abriu as minhas pernas e começou a me comer. Embora a posição seja estranha, pode ter certeza que é eficaz. Em 4 minutos minhas pernas estavam mais bambas do que a de um bezerro novo quando sai do ventre de sua mãe. É, sem dúvidas ele me enganou. Essa não tinha sido sua primeira vez. Mas quem se importa! O importante é que serei sua mulher e a única pessoa do mundo a fazer a Estrela com ele. Estou pensando em novas posições. Será que ele topa um Hanukkete? Tomara!

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Douglas Bastter’s story.