Diferentão

Tempo de divisão, de separação, tempo de incompreensão. Não entendemos dos espaços vazios nem daqueles exclusivos ou do que é intersecção e a hora de olhar para o próprio umbigo sem parecer egoísmo.

Não sabemos mais nada sobre complementariedade e relativamos a união reforçando diferenças. Gostamos de carregar o estigma de diferentões, seres especiais num emaranhado de repetições do que existe de pior.

Na zona de convívio repelimos uns aos outros porque estamos carregados de uma mesmíssima energia negativa. Vemos nos outros defeitos que são nossos e criticamos sem perceber as atitudes mesquinhas, cruéis e ranzinzas que também partem de nós.

Dói, incomoda e destrói quando VEM do outro como também quando VAI para o outro. Porque é física e matemática: o que vem, vai, ação e reação, interação entre forças descontroladas. É a parte de cada um no trato, no pacto, a responsabilidade na construção desse inferno em vida.

É sempre ter menos, gostar menos, se envolver e sensibilizar menos. É se tornar mesmo diferente: mais calculista, mais briguento, mais intolerante e mais (bem mais!) sozinho. Cada um que cuide do seu e aprenda a se manter de pé num mundo que só é o que é pela soma. Já devíamos estar craques no entendimento de que a diferença vale mesmo quando vem para complementar, unir e atrair. Opostos podem andar lado a lado, juntinhos e se tornarem inseparáveis sem que precisem mudar as essências envolvidas.

****
 >>> Amigos que puderem compartilhar, super obrigado!
 [#diferenças #soma #ação #reação #atração #repulsa]


Originally published at douglasfreitas.com.