11 curiosidades sobre a Copa Espírito Santo

No dia 3 de abril, a Federação de Futebol Capixaba anunciou os times que disputarão a Copa Espírito Santo, que chegará a sua 15ª edição em 2017. Atlético de Itapemirim, Desportiva Ferroviária, Espírito Santo, Linhares, Real Noroeste, Rio Branco, São Mateus, Serra, Sport Linharense e Tupy irão brigar para ver quem garante uma vaga na Série D do Brasileirão e da Copa Verde em 2017.

O blog Do Um Ao Onze, pensando nisso, resolveu fazer uma pesquisa e agora trouxemos estas 11 curiosidades sobre esta competição, que começará no dia 22 de julho.

1 — A primeira edição

Estrela do Norte comemorando o título da Copa ES 2003, no Gil Bernardes. Foto: Blog Memória Futebol Capixaba

A primeira vez que foi disputada a Copa ES foi no ano de 2003. O torneio contou com a participação de seis equipes: Cachoeiro, Desportiva, Estrela do Norte, Rio Branco, Serra e Tupy.

O campeonato era disputado em pontos corridos, com turno e returno. Os campeões de cada fase se enfrentariam na final. Mas o Estrela do Norte se sagrou campeão após vencer os dois turnos e de forma invicta.

2 — Os maiores campeões

Real Noroeste comemorando a conquista de 2013. Foto: Bernardo Coutinho/A Gazeta

Na verdade, temos um empate entre Real Noroeste, que levou as edições de 2011, 2013 e 2014, e o Estrela do Norte, que levou as três primeiras edições da Copa Espírito Santo. E por falar nessas edições…

3 — Estrela teve apenas uma derrota durante as campanhas de seus três títulos

Foto: Plano Tático

O alvinegro do sul capixaba ganhou duas edições seguidas de forma invicta, nos anos de 2003 e 2004. Mas quase que em 2005 o Estrela repete a façanha. O time perdeu sua invencibilidade em Copas ES no dia 12 de novembro de 2005, quando caiu diante do Jaguaré, no Estádio Conilon, por 2 a 0. No total, juntando suas três conquistas, foram 18 vitórias, 9 empates e apenas essa derrota.

4 — A primeira final

Foto: Google

Curiosamente, a primeira final da Copa Espírito Santo só aconteceu no ano de 2006, em sua quarta edição. Na primeira partida entre Estrela do Norte e Vilavelhense, no Sumaré, Edinho fez o gol da vitória da equipe canela-verde. Na volta, no Engenheiro Araripe, o próprio Edinho, Lei e Fernando fizeram os gols do título do Vila, enquanto Quirino descontou para o alvinegro de Cachoeiro.

5 — O time que mais participou

Rio Branco campeão da Copa ES 2016. Foto: Portal Tempo Novo

O Rio Branco foi o clube que mais vezes disputou a Copa ES. No total, foram 13 participações, de 2003 até 2014 e também em 2016, quando levou a sua única taça na competição. Além disso, foi o time que mais chegou em finais e o time que mais vezes foi vice-campeão. Foram 4 vezes em cinco finais, nos anos de 2004, 2008, 2009 e 2012.

6 — O único que nunca participou

Foto: Facebook/Rio Branco-VN

Dos times que estão em atividade em 2017, apenas o Rio Branco de Venda Nova do Imigrante nunca disputou a Copa ES. O clube parou suas atividades após o ano de 1999 e voltou a competir em 2016 apenas pela Série B do Capixabão.

7–3ª edição sem novidades

Sport Linharense (de vermelho) foi o debutante de 2016. Foto: Divulgação/Sport Linharense

Quase todo ano, a Copa ES tem algum time debutante. Ano passado, por exemplo, tivemos o Sport Linharense participando pela primeira vez. Em 2015, foi o Doze. Mas esse ano, todos os times que disputarão a Copa ES de 2017 já participaram do torneio em alguma oportunidade. Desta maneira, a 15ª edição vai ser a terceira sem novidades. As outras duas vezes foram em 2012 e 2013.

8 — Final de Copa ES que mais se repetiu

Final da Copa ES 2012. Foto: Desportiva Ferroviária Blog

O jogo que mais aconteceu em finais foi justamente o maior clássico do Espírito Santo. Desportiva e Rio Branco decidiram duas vezes a competição. A primeira, em 2008, a Tiva recebia o nome de Capixaba, e na outra, em 2012, já estava de volta a Ferroviária. Em ambas as oportunidades, a Desportiva levou o título. Isso mostra que a Copa ES costuma trazer finais inéditas!

9 — Quatro campeões de Copa ES nunca levaram o Capixabão

Jaguaré Esporte Clube. Foto: Fernando Martinez

Aproveitando que estamos em época de Capixabão, fizemos uma pesquisa e descobrimos que apenas quatro times campeões de Copa ES nunca levantaram a taça do Estadual. São eles: Vilavelhense, campeão de 2006, Jaguaré, vencedor de 2007, Real Noroeste, que ganhou em 2011, 2013 e 2014, e o Espírito Santo, que levou a Copa ES de 2015.

10 — Maiores placares e jogo com mais gols

Foto: Edson Chagas/A Gazeta

O blog Do Um Ao Onze fez três pesquisas para este tópico: qual foi a maior goleada da história da Copa ES, a maior goleada em finais e o jogo que teve mais gols.

A maior goleada da história do torneio aconteceu no dia 19 de setembro de 2014, quando o Real Noroeste atropelou o Linhares por 7 a 0, com gols de Frank, Pedrinho, Dione, Morotó, Danilo Freire e dois de Vitinho. Inclusive, este placar quebrou uma marca histórica que durou 11 anos: na primeira edição, o Estrela havia goleado o seu maior rival, Cachoeiro, pelo placar de 7 a 1.

A maior goleada em decisões foi em 2011, quando o Real Noroeste aplicou 3 a 0 na Desportiva Ferroviária, em pleno Engenheiro Araripe, no jogo de volta, com dois gols de Willy e um de Ricardo Paraíba.

Já o jogo que teve mais gols aconteceu na Copa Espírito Santo de 2013. Na terceira rodada da primeira fase, pelo Grupo A, Pinheiros e Rio Branco empataram com o incrível placar de 5 a 5. O time do norte capixaba marcou três vezes com Wander Luiz e também com Elivelton e Alessandro. Já o Rio Branco guardou com Juninho Viana duas vezes, Rodrigo Pardal, Pablo Ferreira e Marcos Alagoano.

E por falar em gols…

11 — Túlio Maravilha na Copa ES

O folclórico artilheiro Túlio Maravilha já disputou a Copa ES pelo Tupy, em 2003. E, claro, fez seus gols por aqui. Em sua estreia, contra o Serra, ele marcou de cabeça. Depois ele marcou em dois jogos nos quais o Índio Guerreiro foi derrotado: um contra o Rio Branco e outro contra o Cachoeiro. Neste último jogo, até pênalti ele perdeu. Mas esses três gols não foram os únicos que ele guardou em Copa ES…

Em sua segunda passagem pelo futebol capixaba, Túlio Maravilha marcou o gol de 999 de sua carreira, vestindo as cores de outro clube canela-verde, o Vilavelhense. Inclusive, foi o gol da vitória contra o Linhares, por 2 a 1, no Estádio Virgílio Grassi, em Rio Bananal.

Se você tem alguma curiosidade sobre a Copa ES que não foi citada neste texto, comente em nossas mídias. E se você tem alguma pauta diferente que você queira neste blog, mande um e-mail para doumaoonze@gmail.com. Até a próxima!

Referências: