Chega de viver no limite!

Por Marcos Barcelos

Foto: João Brito/ESFC

Neste fim de semana, teremos a virada de turno no Brasileirão Série D. Pela quarta rodada, Desportiva Ferroviária e Espírito Santo FC voltam a campo para enfrentar Bangu e Caldense, respectivamente, adversários do último fim de semana.

A situação da Tiva no Grupo A13 é a seguinte: os grenás venceram o Bangu por 1 a 0, jogando em Moça Bonita-RJ, e mostrou que ainda está vivo na competição. Após a vitória, tirou-se um pouco da pressão de não fazer gols. Gol contra ou não, a rede enfim foi balançada após 283 minutos sem marcar neste Brasileirão Série D 2017.

Os capixabas estão na vice-liderança com quatro pontos. Mas se a primeira fase acabasse agora, estariam eliminados, por conta do número de gols marcados. Isso porque o regulamento prevê que se classificam os líderes dos 17 grupos e os 15 melhores segundos colocados.

Para você ter uma ideia, o São Francisco-PA e o Novo Hamburgo-RS têm os mesmos número de pontos e saldo de gols da Desportiva. No entanto, ambos marcaram dois gols, enquanto a Tiva apenas um. Confira na tabela:

Tabela dos vice-líderes do Brasileirão Série D 2017. A Desportiva Ferroviária tem a pior campanha entre os 17 vice-líderes. Obs¹: O Guarany de Sobral está empatado com o Campinense-PB e com o Comercial-MS em todos os critérios, menos no número de cartões amarelos. O time cearense tem cinco, os paraibanos têm oito e os sul-mato-grossenses têm onze. Obs²: São Francisco-PA e Novo Hamburgo-RS também estão empatados em todos os critérios, mas por conta dos gaúchos terem um cartão vermelho contra nenhum dos paraenses, o São Francisco estaria classificado para a segunda fase.

Já a situação do Santão na Série D é mais delicada. O time fez três jogos e somou apenas dois pontos. Na última rodada, perdeu para a então lanterna Caldense, no Kleber Andrade, por 1 a 0. O resultado obriga os capixabas a vencer em Poços de Caldas e o Boavista, em casa pela sequência, para voltar à disputa. Confira a tabela do Grupo A14:

O técnico do Espírito Santo, Cleiton Marcelino, destaca que esse é o jogo mais importante do time na temporada e que botou os jogadores para melhorem suas finalizações:

“É um jogo chave, é um confronto em que estamos confiantes, e será o divisor de águas. Vamos corrigir os erros cometidos no primeiro jogo, e aprimorar aquilo que deixamos a desejar. Acredito que iremos fazer uma boa partida, já que fizemos um bom jogo aqui no Kleber Andrade, mas pecamos nas finalizações. Treinamos muito finalizações nessa semana, para não ter as mesmas falhas”.

Na temporada passada, a Desportiva caiu na primeira fase, enquanto o Santão avançou em segundo lugar, com apenas oito pontos, nota de corte em 2016. Além disso, neste mesmo ano, apenas duas equipes terminaram em terceiro lugar de grupo e eliminadas com 10 pontos: Sousa-PB e Potiguar-RN.

Para 2017, a nota de corte é 11. Com essa pontuação, a classificação se torna realidade, sem precisar depender de ninguém. Com menos pontos, os capixabas mais uma vez vão ter de torcer para uma combinação de resultados para avançarem à segunda fase do Brasileirão Série D 2017.

Vale ressaltar que, mais do que nunca, os nossos representantes precisam dar mais atenção aos seus setores ofensivos. Como vimos anteriormente, o número de gols marcados estaria eliminando a Desportiva. Ou seja, aquele momento que um atleta preferiu clarear mais a jogada para finalizar ao invés de arriscar um chute pode definir uma classificação. Mesmo assim, é preciso ter calma, mas não confundir com preciosismo. A fala de Cleiton Marcelino citada anteriormente também vale para os grenás.

Vencer Bangu e Caldense é o objetivo. E o lema para Desportiva Ferroviária e Espírito Santo FC neste Brasileirão Série D 2017 é: chega de viver no limite!

4ª Rodada Brasileirão Série D 2017

Grupo A13

09/06

Portuguesa x Villa Nova-MG, Canindé, 16h

10/06

Desportiva Ferroviária x Bangu, Engenheiro Araripe, 16h

Grupo A14

10/06

Boavista x Red Bull Brasil, Eucyzão, 15h30

Caldense x Espírito Santo, Ronaldão, 16h