Doze surpreende Vitória e é vice-líder

Foto: Henrique Montovanelli/ Vitória FC

O Vitória entrou em campo, no Estádio Salvador Venâncio da Costa com três objetivos: vencer, afastar as chances de rebaixamento e voltar à briga por uma vaga nas semifinais. Para isso, precisaria bater a surpresa do Capixabão 2017: o Doze.

O jogo começou melhor para os visitantes. Em dois minutos, o Dozão teve duas chances claras para sair na frente. Aos 2, Nilo arriscou um chute perigoso de fora da área e, aos 3, foi a vez de Lucas Balbino mandar uma bomba, mas o goleiro Fernando Subtil mandou para escanteio.

O Doze continuou controlando as ações do jogo e, aos 19 minutos, conseguiram o que queriam. O zagueiro Rafael Olioza derrubou Chiquinho na área e o árbitro marcou o pênalti. Nilo foi para a cobrança, bateu no canto esquerdo e fez 1 a 0.

Porém, quem achou que o Vitória estava morto, achou errado. Aos 27, cobrança de falta para dentro da área, Hércules cabeceou, o goleiro Lucas Rato fez grande defesa e Erivelton pegou o rebote para empatar a partida.

Mesmo com o empate, o Doze não se intimidou e continuou ameaçando o gol do rival. Aos 33, Zé Carlos quase fez o segundo depois de uma cobrança de falta perigosa. Aos 41 minutos, Jean recebeu passe de Nilo, chutou e obrigou Fernando Subtil a fazer grande defesa.

O empate dava uma falsa impressão de equilíbrio na partida. Visão confirmada no segundo tempo, quando o Doze voltou ainda mais perigoso e o Vitória parecia que ainda não tinha entendido o recado. Mas aos 16, a Águia Alvianil sentiu o golpe. Nilo passou por dois marcadores, fez o passe para Chiquinho, que girou e bateu para o gol: 2 a 1.

Não demorou muito e o Doze voltou a marcar. A zaga do Vitória perdeu a bola no campo de defesa e teve que voltar para tentar evitar o pior. Após duas belas defesas de Fernando Subtil, Nilo apareceu para fuzilar para o gol: 3 a 1. Dois minutos depois, o Vitória tentou reagir, descontando com um gol de cabeça de Hércules.

Ainda assim, o Doze não se abateu e continuou perigoso. Aos 30 minutos, Jean recebeu cruzamento de Cássio, mas mesmo com liberdade, ele desperdiçou a chance. Porém, aos 34, Chiquinho, que estava em tarde inspirada, recebeu passe de cabeça, se livrou da marcação, bateu no canto e deu números finais a partida: 4 a 2.

O Doze assumiu a vice-liderança da competição, com 12 pontos e, no próximo jogo, recebe o Linhares, no Estádio José Olívio Soares, em Itapemirim. Já o Vitória entrou na zona do rebaixamento. Está em 9º, com seis pontos. No próximo jogo, fará o Clássico das Emoções contra a Desportiva, no Estádio Engenheiro Araripe.

Vitória 2x4 Doze — 6ª rodada Capixabão 2017

Estádio: Salvador Costa, Vitória-ES.

Vitória: Fernando Subtil; Totonho (Wallace), Rafael Olioza, Marco Antônio e Ayrton; Caetano, Ramon, Marcinho e Erivelton; Hércules e Acerola (Morotó). Técnico: Wagner Nascimento.

Doze: Lucas Rato; Cássio, Breno, Joaquim e Lucas Balbino (Arruda); Vitor, Deivison (Jean) e Marcone; Zé Carlos (Mendonça), Chiquinho e Nilo. Técnico: Orlando da Hora.

Gols:

Primeiro Tempo: Nilo (Doze), aos 21, Erivelton (Vitória), aos 27.

Segundo Tempo: Chiquinho (Doze), aos 16, Nilo, (Doze), aos 24, Hércules (Vitória), aos 26, Chiquinho (Doze), aos 34.