Linfonodo reacional — o que isso significa?

Fez um ultrassom e quer saber o que significa linfonodo reacional?

O que são linfonodos?

Os linfonodos, ou gânglios linfáticos, são órgãos de defesa extremamente importantes. Ajudam na produção de células de defesa e anticorpos e filtram a linfa. No pescoço, temos cerca de 300 linfonodos, quase um terço de todos os linfonodos do corpo. Isso porque há necessidade de combater microorganismos que tentam entrar pelo nariz ou pela boca em nosso corpo.

[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=bS-R7WUWhTM[/embedyt]

Quando suspeitar de linfonodos reacionais

Linfonodos reacionais são linfonodos ativados, devido alguma infecção em andamento, como uma faringite, amigdalite, cárie dentária, acne, tuberculose ganglionar, hiv… Geralmente os linfonodos recionais, benignos, são aumentados mas diminuem após tratado a infecção, são dolorosos, móveis, moles. Mais comuns em crianças, adolescentes e adultos jovens.

Quando suspeitar de linfonodos malignos

Já em pessoas acima dos 50 anos, 2/3 das linfonodomegalias são por conta de metástases linfonodais — câncer de tireóide, câncer de boca, nasofaringe, orofaringe, laringe, ou até o linfoma — um tipo de câncer dos linfonodos. Por isso devem ser avaliados! Os linfonodos atípicos, malignos, são aumentados, endurecidos, fixos à planos profundos, indolores.

Como investigar uma linfonodomegalia?

O primeiro exame é o ultrassom, que fornece muitas informações sobre o aspecto morfológico do linfonodo, e mostra se ele é suspeito de ser câncer ou não. Quando a suspeita é de uma infecção, deve se buscar a causa e tratar. Muitas vezes o tempo é o melhor parâmetro, pois após duas semanas, o linfonodo reacional regride. Por vezes é necessário realizar sorologias para algumas doenças virais, como CMV, EBV, HIV, HTLV, hepatites.


Originally published at Dr Tireóide.