CIA

Central de Inteligência Amorosa

Jornalista:
Estamos transmitindo ao vivo da Central de Inteligência Amorosa, agora sexta-feira 8:45 da manhã, onde o conselho se reune com Daniel desde ontem as 23:30.

General:
Senhores, este é um momento muito importante para toda nossa nação,
É imprescindível que a mensagem seja impecável.

Cientista de Dados:
Nossas últimas pesquisas mostram que tentar mencionar alguma conexão aumenta
a probabilidade de sucesso em 15% e referenciar algo da ultima conversa em 10%

General:
Sobre o que vocês conversaram da ultima vez, Senhor?

Dani:
Bom, a gente falou sobre trabalho, faculdade… Ah, nós dois temos alguma doença mental

Comandante:
É, mas acho que não é muito legal mencionar isso né?
E aí, maluquinha, vamos tomar um sorvete no hospicio?

Capitã:
Exato, não existe jeito fofo de dizer isso…

Dani:
E se eu fizer uma piada sobre isso, tipo:
Quantos Pascals De-pressão? Hã, Hã?
Vai, essa é genial…

Silêncio

Dani:
Sério mesmo, gente?

Cientista de Dados:
Senhor, será que preciso te lembrar as estatísticas desse mês?
Seus trocadilhos funcionaram apenas com 13.5% das pessoas,
Desconsiderando os bêbados e os com dó, esse número cai para 2.3%
E se…

Dani:
Chega, Léo! Fica quieto.
Ok, algo simples e direto:
Hey, que tal tomarmos um café esse final de semana?

Comandante:
Mas que merda é essa? Nem mesmo um emoji?

Capitã:
Pelo menos ele não esta pensando em mandar nudes.

General:
Exato, principalmente com seus hábitos alimentares ultimamente..

Dani:
Ei, quero deixar claro que eu perdi peso esses dias!

Capitã:
Perder algumas gramas de ontem para hoje não resolvem seus 10 quilos do ano passado

Dani:
Será que podemos voltar para a mensagem, por favor?
E se eu colocar um sorriso fofinho, sabe, aquele com as bochechas meio vermelhas?

Comandante:
Quantos?

Dani:
Como assim, “Quantos?”

Capitã:
É, só um emoji pode parecer muito sério.
Muitos, que você tem algum problema.

General:
Não podemos esquecer do emoji individual gigante!

Dani:
Ok, já sei:
“Hey, tudo bom?”

Todos (nervosos):
Ok, começo forte. Decidido

Dani:
“Que tal agente tomar um cafézinho e continuar nosso papo esse sábado? :)”
Olha eu gostei dessa. Vou enviar. 
Pronto.

Todos (em pânico):
NÃO! Você escreveu a gente tudo junto! Ela vai te achar um incompetente

Dani:
Merda, eu posso mandar um “a gente*” para corrigir
Seguido de uma risada com exatos três “ha’s” para quebrar o clima

Cientista de Dados:
Senhor, cada mensagem a mais enviada sem que ela responda diminuem sua chance de sucesso em 15%.
Você não quer o incidente da menina da orquestra de novo, né?
A tela só tinha mensagens suas e ela não te responde faz mais de uma semana.
Isso por que nem tinha um componente romântico envolvido.

Dani:
Léo, você gosta do seu emprego?
Será que você consegue só passar a informação sem esfregar na minha cara como sou horrível nisso, por favor?
Bom, agora já foi.

Soldado:
Senhor, 35 segundos se passaram. Ela com certeza ja viu a mensagem.

Capitã:
Falando em componente romântico. Ela sabe que você está chamando ela para um encontro?

Dani:

Comandante:
Genial. Muito bom, Daniel. Como vamos planejar o sábado agora?!
Isso se esse “encontro” acontecer de fato…

Soldado:
Senhor, já se passaram mais de 1 minuto. Meus pêsames.

Daniel:
Tudo bem, Gabi, você só 'tá fazendo seu trabalho.

Comandante:
Senhor! Os três pontinhos!

Jornalista:
O País inteiro está roendo as unhas nesse momento de muita tensão!
Será que vai dar tudo certo?! Descubra depois dos comerciais…


Jornalista:
Aparentemente não temos patrocinadores então voltamos ao vivo com a CIA

Dani:
“Ok, vamos marcar”? Que merda é essa?

General:
É gente, fica para a próxima…

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Daniel Pereira’s story.