Não me vale de nada chorar, nem sequer mereço tal coisa, pois fui covarde e nunca quis enfrentar os medos dele, então o Ricardo teve que enfrenta-los sozinho, sem ninguém, sem uma única pessoa do seu lado para lhe oferecer um ombro, um abraço de amigo, para lhe dizer “Eu estou aqui, podes contar comigo!”. Fodasse! Volta! És grande, és tudo meu irmão! Volta!