Não tenho pena de mim, mereci perder uma pessoa como ele, porque fui um mero egoísta, um cabrão. Ele dava-me tudo e eu nada, só queria, só me enchia de regalias, sem oferecer o tanto que tinha.