a história sem título

É claro que antes de começar isso tudo, depois de ter lido umas coisas na internet, e é no assoalho da deepweb que estão as melhores dicas se sua intenção é se tornar um assassino, que eu já sabia muito bem como fazer.

Dica por dica. É no obvio e no banal que os descuidados deixam seus rastros. Então você não pode errar, e era por isso que na minha cabeça e no meu bolso, sempre existia uma lista , pra quando eu exagerasse um pouco na carreira de pó, afinal o três era meu número favorito.

Por exemplo jogue água no cadáver e depois álcool para abafar o odor, é importante e vai te faz ganhar tempo. Use uma daquelas luvas de látex que vemos em hospitais. O lance é não deixar nenhuma forma de identificação, por tanto jogue fora ate seus sapatos, além de usar uma mascara para tampar os perdigotos que fogem da boca. Você vai precisar ser forte, mate e depois carregue e esconda o corpo em outro lugar, as vezes até a lista falha e você pode ter deixado alguma evidência.

Se você esta lendo isso é por que sabe que em algum momento eu descumpri minhas próprias regras, e é por isso que vos escrevo, filhos da Corpo de Cristo Vivo, o Pai não nos dá o direito de errar. Na cadeia tudo é angustiante e monótomo, depois de um tempo aqui dentro, não sobram mais nenhuma frase para ser lida ou decodificada nas paredes sujas e morfadas da cela em que estou trancado. E eu nem posso desistir, um pastor não deve abandonar seu rebanho, por isso vos escrevo, para que vocês não precisem comer comida estragada, nem que pingue gotas gordas e geladas no seu rosto enquanto você dorme na beliche, rodeado de paredes com fomo verde que te fazem fungar a noite toda. Eu sei que é nossa missão, o mundo é cheio de gente má, e deus no Julgamento irá olhar por nós, ele não esquece nada, sei do meu lugar ao sol quando for chegada a hora e assim minha alma partirá para a eternidade. E a sua também, Deus sabe que cumprimos com o nosso dever.

Agora eu estou aqui e não existe outra alternativa. Aos membros da Corpo, peço para que não falhem nas missões, cada Rhaguirak merece morrer. Roubam nossa terra, nossos empregos, estupraram mulheres e crianças. E mais um vez, é por causa desses malditos porcos que estou preso.

Talvez voce já entende a necessidade de uma lista, de não cometer erros, de ser o que eu chamo de minimalista até nos sentimentos. o membro da Corpo deve usar armas silenciosas, por isso recomento o treinamento de certas atividades mentais, como suportar berros de dor e olhos espremidos enquanto se desfazem em lágrimas. um membro da corpo deve se lembrar das suas mães sangrando enquanto seus pais eram metralhado por uma daquelas armas de uso militar, e não ceder em piedade, malditos sejam todos eles. Malditos sejam os Rhaguiraks . Geralmente, para que uma arma silenciosa tenha bons resultados, você deve estar bem perto da vitima. E olha, peço desculpas pela interrupção, mas vocês devem entender, acima de tudo, que não existe nadinha de vitima nos neles, e é por isso que eles devem ser mencionados como Sacrifício, por que é isso que eles são. Então, além de ter que estar perto do Sacrifício, precisam estar a sós, por motivos óbvios. Suas roupas devem cobrir todo o corpo, os malditos fazem de tudo para deixar nossas digitais em suas unhas encardidas enquanto nos arranham e pedem clemencia. eu sei disso. Eles me pegaram.

Like what you read? Give Maria Eduarda a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.